A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que não permitirá que o país saia da União Europeia como o restante Reino Undido, avança o Daily Star.

Sturgeon mostrou-se “muito preocupada” com as consequências de uma possível saída do Reino Unido da UE.

“Soubemos que não existe nenhum plano para esta saída – o governo britânico tem que se apressar – e deve envolver o governo escocês em todo o processo”, afirmou a primeira ministra, defendendo que a sua voz deve ser ouvida.

Nicola Sturgeon viaja amanhã para Bruxelas onde marcará presneça na COmissão Europeia.

Recorde-se que mais de 62% dos escoceses votou pela permanência do Reino Unido na UE.