A fruta é uma das principais aliadas da dieta por ser fresca, nutritiva e saudável. Mas como qualquer outro alimento, deve ser consumida com moderação ou até mesmo evitada em alguns casos.

Embora seja uma maior preocupação para quem está de dieta, todas as pessoas que procuram uma alimentação cuidada também o devem fazer e optar por consumir algumas variedades em menores quantidades.

É o caso da lichia. Uma chávena com esta fruta tem o equivalente a 29 gramas de açúcar, conta a Women’s Healht norte-americana que destaca o abacate como uma das opções com menos fruta, com cerca de um grama por cada unidade.

Uma das frutas mais comummente excluídas da alimentação das pessoas com diabetes é o figo, uma vez que uma dose equivalente a uma chávena contém 27 gramas de açúcar, enquanto a mesma quantidade de arandos possui apenas quatro gramas.

Usando novamente uma chávena como medida base, a revista diz que uma dose de manga possui 23 gramas de açúcar, uma dose de cerejas tem 18 gramas de açúcar e uma de uvas tem 15 gramas.

As framboesas têm apenas cinco gramas e as amoras sete, tal como osmorangos, o que faz destas frutas ótimas opções para a grande maioria das pessoas.

Mas na hora de saber se uma fruta deve ser consumida regularmente, não basta apenas olhar para a quantidade de açúcar, é preciso avaliar o seu índice glicémico e o possível impacto que terá na quantidade de açúcar no sangue. Este documento do Grupo 4 Work irá dizer-lhe se as frutas de que mais gosta têm um elevado índice glicémico ou não.