É certo e sabido que o Facebook é a rede social mais utilizada do mundo, com1650 milhões de utilizadores espalhados por todos os continentes, o quer dizer, inevitavelmente, que há um grande leque de línguas a ser usado diariamente. Partindo dessa certeza, a empresa lança, agora, um novo software que vai permitir aos utilizadores comunicar de forma mais global.

Trata-se de um novo programa apresentado na última sexta-feira, que traduz automaticamente as publicações feitas na rede para diferentes línguas, de acordo com as preferências definidas pelo utilizador. Assim que for feita a publicação, esta será visualizada pelos utilizadores nas línguas que estiverem definidas.

Para pôr em prática esta funcionalidade, o utilizador apenas tem que escrever o post e clicar num menu que apresenta 45 línguas diferentes, que incluuem desde francês ao filipino ou lituano. No entanto, para já, o software, que está a ser chamado de “compositor multilinguístico”, apenas está a ser testado entre um grupo pequeno de utilizadores. Além disso, a empresa já tem testado o programa em páginas de empresas e marcas, mas estende agora os testes à rede social em geral e diz que este já está a ser usado em cinco mil páginas.

O Facebook diz que “metade dos seus utilizadores falam outra língua que não o inglês” e, dessa forma, a nova ferramenta irá usar inteligência artificial para fazer um pré-preenchimento do campo de tradução quando o utilizar adicionar diferentes línguas a uma publicação. A partir daí, o software usará informação como a localização do utilizador, as preferências linguísticas e a língua mais frequente nas publicações da pessoa para determinar qual versão da mensagem deve mostrar.

A empresa refere que, normalmente, quando as pessoas querem chegar a uma audiência maior, escrevem a mesma mensagem em diferentes línguas na mesma publicação, o que quer dizer que os utilizadores têm que fazer scrollnuma publicação longa até encontrarem a língua que percebem. Com a nova funcionalidade, o autor da publicação pode editar as diferentes versões nas várias línguas simultaneamente.

Este é um passo importante para o Facebook, de acordo com a revista Wired, porque “quanto mais as pessoas publicarem na rede, mais tempo passam no site. Isso é precioso para os anunciantes, e o Facebook é pago por anúncios.”

Outros nomes gigantes da tecnologia já tomaram decisões com vista a ultrapassar barreiras de linguagem, como a Google, com a aplicação de Tradutor e a Microsoft, com o Tradutor do Skype.