Os Estados Unidos estão a tentar verificar a morte de um dos líderes do ISIS, Omar al-Shishani, após um intenso ataque aéreo a sul de Mossul, no Iraque.

A notícia foi confirmada pelo Pentágono e está a ser avançada pela CNN. De acordo com informações oficiais, Omar poderá ter sido atingido por um ataque aéreo perto de Qarayyahm, no Iraque.

Contudo, até ter ter a confirmação certa da morte de Omar, os Estados Unidos preferem não divulgar o assunto.

Entretanto, o grupo terrorista divulgou esta quarta-feira que Omar al-Shishani tinha de facto sido morto em Sharqat, enquanto lutava para defender Mossul. O jornal ligado ao ISIS, Amaq, que veiculou essa informação citou uma fonte militar anónima.

Sharqat fica a sul de Qarayyah, onde os norte-americanos dizem ter abatido Omar.

A morte deste líder já tinha sido anunciada pelos Estados Unidos em março deste ano, mas soube-se depois que Omar tinha afinal sobrevivido ao ataque.