Início Mundo Mulher dá festa antes de morrer

Mulher dá festa antes de morrer

0
Mulher dá festa antes de morrer

Betsy Davis, de 41 anos, juntou 30 amigos e deu uma festa no último dia da sua vida. A artista californiana foi uma das primeiras pacientes a recorrer à lei sobre morte medicamente assistida, aprovada há um mês naquele estado norte-americano. A califórnia é o quinto estado norte-americano a legalisar a morte assistida.

A lei permite que adultos, diagnosticados com doenças terminais e que tenham menos de seis meses de vida, possam receber “ajuda para morrer”, através de medicamentos prescritos por um médico.

Betsy Davis sofre de esclerose lateral amiotrófica, a mesma doença que paralisou o físico Stephen Hawking.

“Não quero viver o resto da minha vida paralisada, a comer através de um tubo no meu estômago e a comunicar através de uma máquina. Prefiro a liberdade do que o túmulo que se tornará o meu corpo”, escreveu Betsy Davis num email à irmã, Kelly Davis.

Os convidados para a festa levaram presentes e fizeram um esforço para cumprir o único pedido da anfitriã: não chorar.

“São todos muito corajosos por virem ver-me partir para esta nova viagem. Muito obrigada por percorrerem a distância física e emocional por mim”, escreveu Betsy Davis no convite para a festa, segundo o The Independent.