A OMS recomenda a amamentação exclusiva até aos seis meses de vida e a sua continuação junto com alimentação complementar até aos dois anos ou mais.
No entanto, a maioria das mulheres começam a dar leite artificial aos seus filhos nos primeiros meses de vida e param de amamentar muito antes dos dois anos de idade. Existem inúmeras razões para que isto aconteça. As mães frequentemente pensam que têm pouco leite ou que o seu leite é fraco, deparam-se com reais dificuldades na amamentação para as quais não obtêm apoio adequado e recebem por parte dos profissionais de saúde conselhos antagónicos.

2014-07-11
Atualmente, em Portugal, a formação curricular dos profissionais de saúde na área da ciência da lactação humana é insuficiente, não respondendo às necessidades das mães e bebés no apoio à amamentação. A formação em Aleitamento Materno requer um elevado conhecimento baseado na evidência científica, da fisiologia da lactação, das competências bio-comportamentais da criança e da mãe, dos riscos da alimentação artificial e uma postura ética no papel de facilitador, para além da experiência prática.

Em resposta às necessidades das mães de um apoio especializado na amamentação e a par com a evolução da ciência da lactação humana, surge uma nova profissão na área da saúde: os Consultores de Lactação, conhecidos internacionalmente como IBCLC (International Board Certified Lactation Consultant). Os Consultores de Lactação são profissionais com certificação internacional cuja prática está sujeita a um código de ética e a uma conduta que garante a quem recorre aos seus serviços, um atendimento dentro dos mais elevados níveis de cuidados prestados às mães que amamentam e aos seus bebés.

Os Consultores de Lactação educam mulheres, famílias, profissionais de saúde e a sociedade sobre a lactação humana. Defendem a amamentação como norma da alimentação do bebé e dão um apoio holístico às mulheres e suas famílias desde a preconceção ao desmame.
Em países como os do norte da América, Austrália e norte da Europa, os Consultores de Lactação trabalham em maternidades e unidades de neonatologia, contribuindo para o aumento da taxa de amamentação exclusiva e da duração da amamentação. Ajudam a reduzir os custos associados à saúde, reduzindo o número de consultas, internamentos e absentismo laboral. No caso de bebés prematuros ou com necessidades especiais, fornecem as melhores respostas e soluções.

EM PORTUGAL APENAS EXISTEM 14 CONSULTORES DE LACTAÇÃO
A clínica Amamentos, em Lisboa, é a primeira clínica de amamentação em Portugal. Dispõe de uma equipa de profissionais especializados na área da amamentação que integra cinco consultores de lactação, que diariamente realizam consultas de amamentação.

A OPINIÃO Graça Gonçalves e Elsa Paulino, Médicas Pediatras e Consultoras Internacionais de Lactação