Sugestões para um fim de semana em cheio

O fim da Feira de São Mateus com Capicua, um festival dedicado aos sons mais piscadélicos e outro que promete iluminar a vila de Cascais de forma especial. Estas são algumas das nossas sugestões.

604

Separador-NORTE

Rodrigo Leão e Gabriel Gomes prestam homenagem ao editor Manuel Hermínio Monteiro (1952-2001) com o espetáculo “Os Poetas“. Os três trabalharam juntos em projetos ligados à poesia musicada e é isso que se poderá ver este sábado, às 18h00, no espaço Miguel Torga, em Sabrosa: a reinterpretação, ao vivo, do projeto “Entre Nós e As Palavras”, disco de 1997. A entrada é gratuita.

O segundo fim de semana de setembro é sinónimo de Feiras Novas, a mais importante festa de Ponte de Lima. Há vários momentos culturais, como as arruadas de concertinas, concertos de bandas locais e o cortejo etnográfico, tudo reforçado com os comes e bebes e o fogo-de-artifício. O programa está todo aqui e é uma forma bonita de dizer “até para o ano” ao verão.

Perdeu a estreia absoluta da Orquestra Jazz de Matosinhos com Sérgio Godinho, no passado dia 19 de junho? Eis uma nova oportunidade para escutar canções como “Com um brilhozinho nos olhos”, “Liberdade”, “Maré Alta” ou “Arranja-me um emprego”, com novos arranjos para Big Band. Organizado pela Casa da Música, o concerto está marcado para sexta-feira, 9 de setembro, às 22h00, na Avenida dos Aliados, no Porto. Imperdível.

A Feira do Livro do Porto continua nos Jardins do Palácio de Cristal com milhares de livros e uma programação cultural de acesso gratuito. No sábado às 21h30, por exemplo, exibe-se o filme Sabe-se Lá!, de Jacques Rivette, sendo que no domingo o tempo recua até aos anos 60 deJules e Jim, de François Truffaut. Passando para os debates, no domingo às 16h00, Maria de Lourdes Modesto, José Viale‑Moutinho e Francisco José Viegas falam sobre “O Saber e o Sabor do Texto”. Duas horas mais tarde, às 18h00, há sessão especial do “Porto de Encontro” com o escritor Mário de Carvalho. Tudo acontece no auditório da Biblioteca Almeida Garrett, com acesso livre.

#nns_FL_dia6_08

Este fim de semana na Feira do Livro do Porto há cinema, debates e um “Porto de Encontro” com Mário de Carvalho. © Nuno Nogueira Santos / Câmara Municipal do Porto

Há menos de um ano, Nick Cave perdeu o filho Arthur Cave, de 15 anos, que morreu ao cair de um penhasco depois de experimentar pela primeira vez LSD. Há poucas palavras que possam expressar tamanha dor, mas o músico australiano costuma exorcizar o passado com letras e melodias. Quis fazê-lo também com um documentário, One More Time With Feeling e, para isso, convidou o realizador Andrew Dominik. Os 85 minutos de filme, onde também cabe a família e o nascimento do novo disco Skeleton Tree (sai na sexta-feira) chegam aos cinemas portugueses esta quinta-feira.

No fim de semana as temperaturas vão descer. Se ir a banhos não é a opção mais convidativa, almoçar, lanchar ou jantar ao sol, com vista para o rio ou o mar, pode ser uma alternativa agradável. O Observador fez uma revisão às novas esplanadas que abriram este verão na cidade do Porto e selecionou oito, entre as quais o novo Miradouro Ignez, B’Artist e o Torreão.

Separador-CENTRO

Na quinta-feira, a vila de São Romão, em Seia, vai ter cinema ao ar livre com o filme Capitão Falcão, numa iniciativa do Cinema Português em Movimento. A longa-metragem de João Leitão será exibida às 21h30 no adro da Igreja de São Romão. A entrada é livre.

Na sexta-feira, António Zambujo vai tocar na Ficton — Feira Industrial e Comercial de Tondela. No dia seguinte, haverá Tony Carreira. A entrada é gratuita. No dia seguinte, Capicua vai tocar, às 22h, na Feira de São Mateus, em Viseu. A entrada também é livre. A famosa feira decorre até domingo, 11 de setembro.

Este sábado, o teatro vai regressar a Proença-a-Nova com a peça A Entrada do Rei, que será apresentada no âmbito do XI Festival de Teatro. O “Rei” subirá ao palco do Auditório Municipal de Proença-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, pelas 2130. A entrada é livre.

No mesmo dia, os Amor Electro vão tocar na Feira de Gastronomia e Atividades Económicas de Monte Redondo e Carreira, no distrito de Leiria. O concerto está marcado para as 22h30 e o bilhete custa dois euros.

Separador-SUL

Na pacata aldeia da Valada, começa esta quinta-feira mais um Reverence Festival, fechando assim a temporada dos festivais de verão. À semelhança dos anos anteriores, a organização preparou um cartaz de luxo, de onde se destacam nomes como The Sisters Of Mercy, The Damned ou The Brian Jonestown Massacre. O Observador preparou um artigo com algumas das bandas que passarão pelo Reverence, que pode consultar aqui. O festival decorre até sábado, dia 9 de setembro, no Parque de Merendas da Valada, a oito quilómetros do Cartaxo.

Entre quinta-feira e domingo, das 20h00 às 00h00, a vila de Cascais volta a iluminar-se de forma especial. A culpa é do Lumina – Festival de Luz, que cria percursos com instalações multimédia dinâmicas, videoprojeções em edifícios, esculturas interativas e obras participativas de luz, oriundas de diferentes países. Este ano o tema são as quatro estações e o acesso, como sempre, é gratuito.

Até domingo, o Largo do Palácio Nacional de Queluz vai transformar-se numa Feira Setecentista, com a recriação de um mercado do século do século XVIII. A feira irá contar com a presença de vários artesãos nacionais e será possível provar a gastronomia e doçaria conventual de diferentes regiões. No que diz respeito ao entretenimento, haverá duelos de espada, apresentações de jogo do pau, teatro de marionetas, e um espetáculo de canto, música e poesia barroca, na noite de sábado. A Feira Setecentista estará aberta entre as 17h e a meia-noite. No sábado e no domingo o horário será mais alargado (entre as 13h e a meia-noite). A entrada é livre.

14199136_1102346439811745_4182225046979457069_n

Este fim de semana, a Valada vai receber mais uma edição do Reverence Festival (Reverence Festival/Facebook)

O fim dos meses de férias traz uma coisa boa: a rentrée cultural. A temporada do Teatro Nacional D. Maria II, por exemplo, abre esta sexta-feira com “O Pato Selvagem“, uma fábula do século XIX da autoria de Henrik Ibsen, aqui com versão de Tiago Guedes. Anabela Almeida, Gonçalo Waddington, João Grosso, Lúcia Maria, Margarida Correia, Pedro Gil e Tónan Quito dão vida os personagens, a partir de sexta-feira, às 21h00, e até 9 de outubro. Bilhetes entre os cinco e os 17 euros — mas no fim de semana os espctáculos são gratuitos, cuidado é com os lugares, que podem esgotar rapidamente.

No sábado, decorre em Lisboa mais um MagaFest. O evento que começou em casa de Inês Magalhães no Saldanha, vai decorrer este ano no terraço e salões do Palácio Sinel de Cordes no Campo de Santa Clara, junto ao Mosteiro de São Vicente de Fora. Por lá vão passar os portugueses Tó Trips & João Doce, a cantora de origem moçambicana Selma Uamusse e Alek Rein, a personagem criada por Alexandre Rendeiro com base no conceito de heterónimo de Fernando Pessoa, entre outros. E porque o festival não é só música, mas sim um “conjunto de experiências”, o MagaFest vai permitir nesta edição que o público contacte com alguns escritores de editoras independentes, como a Abysmo.

Separador-ILHASNos Açores, começa na sexta-feira, em Ponta Delgada, o Jardim Sagres Fest. Depois de uma primeira edição de sucesso, o Jardim António Borges vai voltar a receber um evento onde a cultura e a música se juntam ao património. Para além de um mercado de artesanato, projeção de filmes ao ar livre, um espaço a pensar nos mais pequenos e animação circense, o Jardim Sagres Fest vai ainda ser palco de dez concertos durante o fim de semana.

Na sexta-feira, o jardim irá receber Benjamim, Phil Mendrix, iZEM, Tio e Mister Teaser. No sábado, será a vez de The Black Mamba, D8, Rui Trintaeum, Herberto Quaresma, Keany e Las Makitas. A pulseira de acesso aos dois dias do Jardim Sagres Fest custa 7,5 euros. A pulseira diária custa cinco euros. A entrada é grátis para crianças até aos 9 anos.

No sábado, o Teatro Micaelense em Ponta Delgada vai receber António Victorino d’Almeida que, em conjunto com o divulgador musical Miguel Leite, irá apresentar a conferência/concerto “A Portugalidade”. Realizado no âmbito das comemorações do 75º aniversário do compositor e maestro, sob o alto patrocínio da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, o concerto está também integrado na Temporada Artística 2016 do teatro. O evento está marcado para as 21h30, os bilhetes custam 5 euros.

Na Madeira, os portugueses The Gift vão apresentar-se ao vivo na sexta-feira para um concerto de apoio às vítimas dos incêndios, que devastaram a cidade do Funchal no passado mês de agosto. Os bilhetes custam 10 euros e reverterão na totalidade para a conta solidária aberta pela Câmara Municipal do Funchal. Além disso, 50% das vendas de merchandise da banda serão também doadas. O concerto está marcado para sexta-feira, às 23h, no Parque de Santa Catarina.