A Sanofi Genzyme apresentou, mundialmente, em abril deste ano a iniciativa The World vs MS” que convida a sociedade a encontrar soluções para alguns dos mais importantes desafios sem resposta que as pessoas que vivem com Esclerose Múltipla (EM) enfrentam. O objetivo é melhorar a qualidade de vida destas pessoas, cerca de 2,5 milhões em todo o mundo.

A iniciativa The World vs MS” está agora na segunda fase. Na primeira fase as pessoas que vivem com EM, os seus familiares e amigos, cuidadores ou profissionais de saúde foram convidados pela Sanofi Genzyme a partilhar as suas dificuldades tendo submetido mais de 100 desafíos diarios. Algo tão simples e rotineiro como maquilhar-se ou enviar uma mensagem de texto a um amigo pode ser um desafio. De todos os casos apresentados, um júri selecionou 3 dos mais representativos para os quais procuraremos agora uma solução.

Embora nos últimos anos tenhamos observado grandes progressos na disponibilização de tratamentos inovadores para tentar parar a evolução dos efeitos devastadores da EM, a verdade é que muitas pessoas com EM e os seus familiares ainda sentem que existem muitas necessidades não satisfeitas nesta área. Esta iniciativa da Sanofi Genzyme envolvendo toda a sociedade é mais um passo na procura de soluções reais que facilitem o dia-a-dia destas pessoas e que contribuam para uma melhor qualidade de vida e bem-estar geralafirma Ana García Cebrián, General Manager da Sanofi Genzyme.

Helena Freitas, responsável de External Affairs afirma, “este é acima de tudo um projeto de empreendedorismo de toda a a sociedade para o bem comum. Podemos ter uma boa ideia mas, é necessário partilhá-la e colocá-la em prática para que quem necessite, possa vir a beneficiar dela. Algumas ideias, por muito simples que sejam, podem mudar a vida de milhares de pessoas. Na nossa companhia temos muito claro a importância de realizar uma abordagem multidisciplinar para benefício daqueles que vivem diariamente com EM, por isso lançamos o projeto ‘The World vs MS’.”

Em Portugal, a comunidade de EM participou ativamente na primeira fase e contribuiu para a  causa  enviando 9 desafios relacionados com as dificuldades sentidas no seu dia-a-dia como por exemplo: a perda de equilíbrio progressiva, as dificuldades sentidas na fala (articular palavras) e a vergonha de não conseguirem fazer-se entender, tomar banho, ou a perda de memória e falta de concentração, cumprir a toma correta da medicação e outras responsabilidades que a gestão do dia-a-dia implica.

Em www.theworldvsms.com podemos ficar a conhecer os três desafios internacionais mais votados pelo júri:

•        Fernando não consegue controlar a vontade de ir à casa de banho, sofre de incontinência urinária devido à doença o que afeta a sua vida pessoal e os seus relacionamentos. Foi-lhe diagnosticado EM há 12 anos.

•        Paula tem uma grande sensibilidade à temperatura dos pés, não conseguindo mantê-los quentes. O facto de os seus pés estarem sempre frios faz com que a sensação alastre a todo o corpo afetando o seu bem-estar e a sua vida em geral.

•        Giacomo lançou um desafio relacionado com a falta de mobilidade da sua esposa Silien, que sofre de EM.

Nesta segunda fase do projeto queremos encontrar ideias que solucionem estes 3 casos. A Sanofi Genzyme, companhia líder na área da saúde está plenamente consciente das dificuldades que esta doença acarreta, por isso convidou a sociedade a contribuir com as suas ideias para solucionar estes desafios. Todos estão convidados a participar: empresários, inventores, investigadores, designers, professores, …). A melhor ideia submetida receberá uma bolsa de até 100 mil euros para ser implementada.

Paralelamente, e para promover a procura de soluções para estes desafios, no final de Novembro (dias 19 e 20), a Sanofi Genzyme promove um Hackaton – ‘Donate your Brain this November’ – em Amsterdão. Este workshop tem como objetivo fomentar as ideias inovadoras. O evento reunirá alguns dos maiores e mais brilhantes cérebros da Europa (oradores convidados de grandes empresas internacionais) para encontrar soluções para os três desafios. Ao longo de 36 horas, os participantes irão trabalhar em equipas e participar em várias sessões destinadas a fazer fluir a sua criatividade cerebral.

Para mais informação visite www.theworldvsms.com. As ideias devem ser apresentadas até 22 de novembro de 2016.