No estudo realizado pela Marktest, que recolheu informação sobre a Web Summit desde o início de 2016,  foram contabilizadas cerca 8000 notícias relacionadas com a cimeira e, entre 5 e 13 de novembro, registaram-se 4804 notícias, 3184 publicadas na internet, 776 em televisão, 400 em imprensa escrita e 444 em rádio.

No período do evento, o retorno financeiro gerado pelos meios de comunicação social rondou os 27 milhões de euros e 4346,6% GRP’s de audiência. O maior pico de notícias acontece no dia 8 de novembro, tendo sido publicadas 1236 notícias, seguindo-se o dia 7, dia de arranque da cimeira, com 987, e depois o dia 10 e 9, com 885 e 713 notícias publicadas sobre a Web Summit, respetivamente.

No estudo da Marktest, foi efetuado um Top 10, com os meios de comunicação que maior cobertura deram ao tema Web Summit. Os meios em destaque são, por ordem de maior volume de notícias publicadas: SIC Notícias, Notícias ao Minuto, RTP3, Rádio Renascença, TVI 24, Correio da Manhã online, TSF, Portugal News online, RTP online e SIC Notícias online.

A SIC Notícias, media partner do evento, foi o canal televisivo que dedicou mais tempo de antena à Web Summit, tendo estado no ar durante cerca de 17 horas. O canal originou o maior retorno financeiro no conjunto dos suportes e meios de comunicação que cobriram o evento, cerca de 2 milhões de euros. Na segunda posição em televisão surge a RTP3, seguindo-se a TVI 24.

A Rádio Renascença e a TSF foram as rádios nacionais que maior cobertura deram à Web Summit, com tempos de antena que rondam as 6h30 e 6h00, respetivamente, mas o suporte mais utilizado para publicar notícias sobre a cimeira foi a internet. Em termos de publicações online que maior cobertura deram ao evento, no período em análise, foram o Notícias ao Minuto, tendo publicado 183 notícias sobre o evento, o Correio da Manhã online, com 131 e Portugal News online com 125 notícias sobre a cimeira tecnológica.

Terminada a maior conferência de tecnologia e empreendedorismo do mundo, que decorreu na cidade de Lisboa, a Marktest fez um balanço, sobre o impacto desta cimeira nos meios de comunicação social portugueses. A Web Summit colocou Lisboa no centro do mundo, por ter sido a capital escolhida para acolher um evento de renome internacional,  que entrou nas vidas dos portugueses, por influência dos media.

Sobre o Grupo Marktest:

Constituído em 1980, o Grupo Marktest é especializado em estudos de mercado e processamento de Informação. Hoje, é mesmo o grupo Português com maior projeção nacional e internacional na sua área de atuação. A Atividade do Grupo abrange vários segmentos como a medição de audiências de meios, monitorização de investimentos publicitários, estudos regulares (barómetros) nas áreas das Telecomunicações, Banca, Seguros, Distribuição Moderna, Painéis na área da Internet e estudos de pricing e auditoria de retalho. Integrada com estas atividades, o Grupo criou ainda uma forte área de desenvolvimento de software que tem permitido o seu crescimento baseado na qualidade, inovação e afirmação no mercado nacional, bem como numa sustentada expansão internacional.