A colaboradora que pertencia à equipa Trending News frisou que “enquanto antiga escritora do Facebook Trending News e ser humano, o Facebook sempre teve uma resposta para o problema das notícias falsas: a nossa equipa. Trataram-nos como lixo porque éramos trabalhadores comuns, sem líderes e pensavam que éramos apenas precursores para um algoritmo”, lê-se nas publicações da ex-colaboradora. É ainda referido que o Facebook tratou dos despedimentos “sem graciosidade, sem aviso, sem preocupação”.

Tais revelações vêm prejudicar ainda mais o Facebook que tem sido alvo de críticas após ter ajudado a divulgar notícias falsas e que com elas tenham influenciado o resultado das eleições presidenciais dos Estados Unidos.