De acordo com a lista de nomeados desta 59ª edição, divulgada esta terça-feira, com oito nomeações cada, seguem-se os músicos Drake e Kanye West e Rihanna.

Para o Grammy de “Gravação do Ano”, estão indicadas as músicas “Hello”, de Adele, “Formation”, de Beyoncé, “7 Years”, de Lukas Graham, “Work”, de Rihanna, com a participação de Drake, e “Stressed Out”, assinada por Twenty One Pilots.

Adele, Beyoncé, Justin Bieber, Drake e Surgill Simpson vão competir ainda pelo Grammy de álbum do ano.

Da longa lista de nomeados, destaque para a inclusão, na categoria de melhor álbum de World Music, do registo ao vivo “Dois amigos, um século de música”, o espetáculo que celebra os 50 anos de carreira dos músicos brasileiros Caetano Veloso e Gilberto Gil.

A título póstumo, é nomeado o músico britânico David Bowie, pelo álbum “Blackstar”, editado dias antes da sua morte, em janeiro passado. “Blackstar” está nomeado, por exemplo, para melhor álbum alternativo e para o melhor trabalho gráfico.

Bob Dylan, Nobel da Literatura e já distinguido com mais de uma dezena de prémios Grammy, está nomeado na categoria de “Melhor Álbum Tradicional de Pop Vocal”, com “Fallen Angels”, um disco de versões da música norte-americana.

Com Dylan estão também nomeados Andrea Bocelli, Josh Groben, Willie Nelson e Barbra Streisand.

Mais de quarenta anos depois do fim da banda, os Beatles estão nomeados para os Grammy, na categoria de “Melhor Música para um Filme”, por conta do repertório utilizado no filme “The Beatles: Eight Days a Week – The Touring Years”, de Ron Howard.