o autarca de Vidigueira, no Alentejo, denunciou o caso de uma centena de imigrantes a viver em condições indignas e a Autoridade para as Condições de Trabalho e autarquias pedem legislação que proteja imigrantes da exploração laboral.

As empresas agrícolas dizem que a falta de trabalhadores obriga a contratar através de empresas de trabalho temporário.