Jornalistas de rádio assassinados em direto na República Dominicana

Um homem armado entrou na redação da rádio e abateu a tiro duas pessoas. O ataque aconteceu durante a transmissão em direto do programa, pelo Facebook, sendo audíveis os tiros e os gritos de uma mulher antes de a emissão ser cortada.

554

Um grupo de homens atacou na terça-feira de manhã os estúdios da rádio 103.5 FM, em San Pedro de Macorís, na República Dominicana, matando a tiro duas pessoas e deixando uma terceira ferida com gravidade.

As vítimas mortais foram Luís Manuel Medina, apresentador do programa noticioso Milenio Caliente, e o produtor Leo Martínez.

Uma secretária da estação foi hospitalizada, com ferimentos, graves, tendo sido submetida a uma cirurgia de emergência.

O locutor Luis Manuel Medina estava numa emissão em direto, a dar conta do noticiário, quando o suspeito entrou no edifício e começou a disparar. O momento foi transmitido em direto no perfil no Facebook do jornalista.

Nas imagens, é possível ver o locutor a informar o ouvinte quando se ouvem os primeiros tiros. Nos primeiros segundos, este não reagiu. Até que alguém grita “Tiros, tiros, tiros”.

O programa Milenio Caliente era conhecido pela análise política e campanhas sociais que promovia. Recentemente, segundo o jornal inglês The Guardian, os jornalistas vinham dedicando particular atenção à poluição na Laguna Mallen, um lago protegido em San Pedro.