“Uma em cada três mulheres em todo o mundo sofrerá violência física e / ou sexual durante a sua vida, e quase um terço das raparigas em alguns países em desenvolvimento são casadas aos 15 anos de idade”.

Com este vídeo “incrivelmente poderoso” os dois grupos de campanha pedem que as pessoas tomem medidas contra o sexismo global.

“Pobreza é sexista” é o nome do vídeo e pretende transmitir a ideia de que as mulheres de todas as idades têm ouvido “não” um pouco por todo o mundo, todos os dias. 

Vários cenários são apresentados: uma menina que nasce com a conotação negativa de “não” ser um menino, uma criança que lhe é dito que não pode concentrar-se nos seus próprios interesses, e uma menina forçada a um casamento arranjado.

Cada cena é baseada num aspeto diferente que as mulheres enfrentam na sociedade de hoje. “Você não precisa ser uma menina em Uganda para entender o que significaria ser retida na escola por estar com o período”, explica o diretor criativo do ONE, Meagan Bond.

“Nenhum de nós é igual, até que todos nós sejamos iguais” e é pedido às pessoas que tomem uma posição.

Fonte: Independent