Mãe e filho, de Cheshire, estão a submeter-se a tratamentos de quimioterapia ao mesmo tempo e embora estejam a tentar manter-se positivos, Amanda confessa que ambos estão receosos.

“Brincamos e dizemos piadas sobre estarmos carecas e questionamos qual de nós fica melhor”, conta, citada pelo Mirror, referindo que a situação é, contudo, “muito assustadora”.

Abraham foi diagnosticado com dois tipos de cancro no sangue duas semanas depois de a mãe o ter levado ao hospital a pensar que tinha uma gripe. Seis semanas depois, os médicos diagnosticaram dois caroços no peito da mulher.

Amanda, que vive com os dois filhos. revela que está ciente de que a situação do filho é pior e teme o que posa acontecer.

Amigos e família estão a angariar fundos para conseguir suportar as despesas com os tratamentos.