SAMSIC: uma referência e um líder de mercado

“A SAMSIC tem uma posição de referência e de liderança de mercado, em todos os países onde está implementada,incluindo Portugal”. Quem o afirma é Bruno Melo, CEO da SAMSIC Portugal, uma das marcas mais prestigiadas no domínio de Facility Services. Neste entrevista à Revista Pontos de Vista, o nosso entrevistado aborda ainda o crescimento da SAMSIC em Portugal e de como optar pela SAMSIC significa escolher Valor.

1342

Para elucidar o nosso leitor, comecemos pela história da Samsic. Que descrição é possível ser feita sobre o seu percurso e os seus 31 anos de existência? 

A SAMSIC foi criada em 1986, em Rennes, na Bretanha. Iniciou a sua atividade como prestadora de serviços de limpeza, tendo mais tarde na sequência das novas tendências de oferta ao mercado, passado a ter a capacidade de disponibilizar serviços de Segurança, Manutenção, Jardinagem, Pest Control, Handling, Receção, Gestão de Resíduos. Estamos também em outras áreas, como o Trabalho Temporário, Nuclear, e Serviços Aeroportuários.

As soluções que a SAMSIC oferece permitem a possibilidade de se escolher entre três opções de Serviços: Single Service, Multi Services e Integrated Facility Services. Seja qual for a opção considerada, a mesma possibilita aos nossos clientes o foco no seu negócio, reduzindo a sua estrutura de custos, contribuindo assim para a melhoria da satisfação do cliente interno e para a criação de valor. Através de uma estratégia de expansão, estamos em mais de vinte países: Espanha, Bélgica, Luxemburgo, Suíça, França, Reino Unido, Sérvia, Croácia, Montenegro, Bósnia, Eslovénia, Holanda, Alemanha, Roménia, Itália, Qatar, Polónia, Eslováquia, República Checa e Portugal. A Guiana Francesa, passou a ser, desde o final deste ano, da responsabilidade do nosso país.

Que posição assume atualmente no mercado e, especialmente, no mercado português? 

A SAMSIC tem uma posição de referência e de liderança do mercado, em todos os países onde está implementada, incluindo Portugal.Todos os dias, 85 mil colaboradores (mais de cinco mil em Portugal) fazem da nossa missão uma realidade: com paixão, melhorar a vida das empresas e das pessoas. Temos um volume de negócios anual superior a dois mil milhões de euros, continuamos a crescer, e com uma contínua estratégia de expansão que nos permitirá estar, nos próximos anos, presente em mais países, nomeadamente, fora do espaço europeu. Convido os leitores, a visualizar um vídeo sobre a SAMSIC:

https://www.youtube.com/watch?v=VFz8PgfWy6A&feature=em-share_video_user

Que fatores evidenciam a aceitação das soluções disponibilizadas pela Samsic e o crescimento da mesma em Portugal?

A notoriedade da marca, o reconhecimento da mesma através das soluções que apresentamos, e a fidelização dos nossos clientes, tudo evidenciado pelo exponencial crescimento orgânico, sempre com uma performance de dois dígitos.

Um desses mesmos fatores diz respeito às novas instalações em Leiria. O que se pretende com esta nova filial?

A SAMSIC, hoje em dia, tem operações em todo o território português, estar próximo dos nossos clientes é para nós fundamental como fator diferenciador, assim para além de Leiria, estamos em Vila Nova de Gaia, Montemor-o-Velho, Torres Vedras, Lisboa (onde também está a Sede), Faro, e nos Arquipélagos da Madeira e dos Açores. A partir do início de 2018, iremos ter instalações em Setúbal. Saliento Ainda que a nossa última aquisição em Portugal foi a empresa FLORATORRES, que teve efeitos práticos a partir do início de novembro deste ano. 

Uma das ofertas da Samsic é a Samsic Facility. De que forma a empresa se diferencia das demais na prestação deste serviço?

Pela inovação, e a capacidade de integrar mais serviços do que outros players, alicerçados numa cultura de rigoroso cumprimento dos compromissos assumidos, sendo fatores diferenciadores:

– Solidez financeira;

– Formação das equipas operacionais;

– O know-how transversal a todos os países;

– Cultura de proximidade permanente às operações, através dos gestores de cliente, disponíveis a toda a hora (TDA H24);

– Gestão operacional proativa, com diretores regionais com capacidade de decisão independente (“empowerment”);

– Capacidade de resposta na reação a imprevistos e solicitações urgentes dos clientes;

– Flexibilidade e polivalência;

Quando falamos do mundo de serviços, o que importa saber sobre o mercado de Facility Services?

Com o objetivo de otimizar recursos, controlar custos e incrementar a especialização adicionando valor, tem-se verificado uma tendência crescente nas empresas em subcontratar serviços que não fazem parte do seu core business. A empresa cliente centra a sua energia na sua atividade principal e transfere as tarefas de suporte para um ou mais parceiros fornecedores e gestores de serviços.

Esta transferência pode ser efetuada através de várias modalidades, nomeadamente, pela contratação de serviços individuais, pela contratação de multiserviços (Facility Services), ou pela contratação de serviços e a respectiva gestão (Facility Management). A contratação efetuada de uma forma individualizada refere-se à contratação isolada de serviços de manutenção, de limpeza, catering, segurança e vigilância, etc.

A contratação de uma forma integrada, através da aquisição global de vários serviços que possam gerar a criação de sinergias por efeitos de escala e de uma interlocução única, é correntemente designada por Facility Services.

A forma mais evoluída de contratação de serviços é a contratação integrada de serviços que integrem a gestão dos serviços fornecidos. 

Que mais-valias, de facto, este conceito acarreta?

Todas as atividades não nucleares de uma empresa, podem ser objeto de subcontratação, desde as auxiliares como a limpeza, segurança, jardinagem, controlo de pragas, serviços de cantina, passando pelas atividades de caráter mais técnico como a manutenção, apoio à produção, gestão de resíduos, gestão de energia, telecomunicações, informática, e podendo incluir ainda atividades como a gestão de ativos, gestão dos riscos associados a desastres naturais, etc., sendo que, a integração de parte delas pode constituir o chamado FS, com valor acrescentado e vantagens mútuas, caso sejam satisfeitos determinados requisitos no processo de preparação e implementação do contrato.

Inicialmente, a subcontratação traduzia-se na disponibilização do pessoal pela entidade contratada, sendo a sua gestão garantida pela empresa contratante. Mais tarde, a empresa contratada passou também a ser responsável pela gestão do seu pessoal, garantindo a apresentação dos resultados contratualmente acordados. Podemos por isso definir o que se entende por Facility Services (FS), como sendo a contratação integrada de um conjunto de serviços que inclui a gestão dos mesmos e permite rentabilizar os activos das empresas e instituições de uma forma global e integral, facilitando a flexibilidade e a redução de custos através da geração de sinergias e polivalências e a utilização de um só fornecedor como interlocutor. 

Num mercado cada vez mais exigente e competitivo, que desafios acarreta a atuação na área de Facility Services?

Apesar de o outsourcing ser amplamente utilizado em múltiplas industrias, continua a existir alguma resistência à sua utilização, designadamente por inércia e medo da mudança, por dificuldades de gestão dos recursos existentes, por falta de conhecimento dos custos associados ao serviço in-house, por dificuldades de adaptação a novos métodos de trabalho, entre muitos outros.

Do lado da oferta, as empresas de Facility Services sofrem dos mesmos problemas que as empresas subcontratantes se não forem capazes de atingir dimensão, que lhes faculte as economias de escala necessárias, para poderem competir num mercado, cada vez mais concorrencial e de complexidade crescente.

Com efeito, a dimensão, ou, se quisermos, a ambição de crescimento, é uma condição necessária (não suficiente) para atrair, à volta de um projeto empresarial neste setor, os ingredientes necessários ao seu pleno desenvolvimento e sucesso. O crescente nível de exigência dos clientes, o aumento da concorrência no setor, a complexidade operacional inerente à necessidade de estar em vários locais do país, a minimização dos custos para um nível de qualidade crescente, só está ao alcance das empresas que se saibam posicionar corretamente no mercado, conseguindo uma oferta de serviços diferenciadora e superior à da concorrência.

Para uma empresa implementar esta estratégia é, sem dúvida, necessário reunir os capitais adequados ao crescimento, de forma a poder investir no recrutamento e na formação dos seus quadros, investir em sistemas de informação de gestão, em tecnologias, equipamentos e processos modernos de prestação de serviços, capazes de, em conjunto, converter aquilo que é uma visão e uma estratégia, numa realidade empresarial respeitada pelos seus clientes, colaboradores, concorrência, fornecedores, e que, ao mesmo tempo, renumere de forma adequada os capitais investidos no projecto.

O desempenho sustentável é uma das premissas da Samsic. Como é que a mesma é demonstrada?

A responsabilidade social corporativa (RSC) é estratégica para a SAMSIC, estando alicerçada em quatro eixos e 12 compromissos, a saber:

Fornecer um serviço responsável e inovador (• Garantir o foco no cliente, conhecimento especializado e procura de inovação • Avaliar o nosso desempenho com transparência • Construir uma parceria sustentável com a nossa cadeia de fornecimento);

Valorizar os nossos recursos e desenvolver os nossos talentos (• Promover a diversidade e igualdade de oportunidades • Formar e desenvolver os nossos talentos • Preservar a saúde e segurança dos nossos colaboradores • Desenvolver a coesão e bem-estar no trabalho);

Participar na preservação do nosso meio ambiente (• Desenvolver o uso de produtos e processos ecológicos • Gerir o nosso consumo energético e reciclagem de resíduos • Reduzir a nossa pegada de carbono);

Desenvolver uma sociedade solidária e sustentável ( • Tomar medidas solidárias • Contribuir para o desenvolvimento económico e cultural local);

Como se expectativa a presença da Samsic no mercado português a médio prazo? O que podemos esperar da mesma?

A SAMSIC tem para Portugal como em todos os países onde se encontra, o objectivo de continuar a ser uma referência e um líder de mercado, pretendendo ser um player com capacidade de intervenção em todas as áreas do Facility Services. Inovação e foco na superação das expectivas criadas são a nossa grande preocupação, procurando continuar a crescer organicamente, sem descurar as oportunidades para crescermos por aquisições. Queremos, com paixão, continuar a fazer da nossa missão uma realidade: melhorar a vida das empresas e das pessoas.