A ideia é defendida pela revista Prevention, que dá a conhecer aqueles que são os alimentos doces que o vão ajudar a começar 2018 em linha. E sim, doce nem sempre é sinónimo de calorias ou peso a mais.

E um dos alimentos a incluir na dieta de ano novo é a fruta desidratada, desde, claro, que seja o mais natural possível, isto é, sem a adição de químicos ou aditivos que promovam um sabor doce extra. Uma vez que se trata de fruta e que, por isso, contém frutose, o consumo deste ‘doce saudável’ deve ser, porém, moderado, servindo na perfeição como topping de um iogurte ou como um acompanhamento do café pós-almoço. E por falar em iogurte, a junção de iogurte grego com fruta e mel pode ser a sobremesa que muitas vezes quer comer ou então o lanche doce que deseja nas tarde de trabalho com mais stress.

Para os mais gulosos ou para quem pretende ter sempre um doce saudável em casa para dar aos miúdos ou convidados, nada como banana congelada banhada em chocolate negro. Para esta iguaria amiga da boa linha é apenas necessário colocar pedaços grandes de banana em palitos, banhá-los em chocolate negro derretido e congelar.

Por serem crocantes, as pipocas são um dos snacks mais recomendados pelos nutricionistas, mas a revista Prevention vai mais longe e confere-lhes um poder termogénico… e para tal basta fazer pipocas com canela. Esta especiaria é ainda anti-inflamatória, o que ajuda a combater a acumulação de gordura.

Um chocolate quente feito com bebida vegetal não açucarada e cacau puro é também uma excelente aposta para os dias frios que se avizinham. E por falar em cacau, nada como ‘panar’ amêndoas em cacau em pó.