A importância do setor do Franchising!

O Franchising tem vindo a crescer no mundo inteiro e Portugal não tem ficado indiferente. Abrir um negócio em franchising pode ser uma opção para entrar no mundo de negócios com menor risco e margem de erro. O crescimento ocorre porque os mercados globais são recetivos a este modelo de negócio, que proporciona às pessoas com uma mentalidade empresarial, a oportunidade de dirigir o seu próprio negócio com menos risco.

413

Ao aderir a uma marca de franchising, o empreendedor recebe um negócio testado com sucesso e beneficia das estratégias de gestão das grandes empresas sinónimo de ligação a uma marca e a possibilidade de gerir um negócio com ferramentas testadas lançando-se o empreendedor no mundo empresarial com um conceito que provou ser um caso de sucesso.

Para além da vantagem do conceito ter sido testado com sucesso, o empresário recebe apoio no arranque do negócio e durante o período de vigência do contrato. O apoio começa com a seleção do local, negociação de espaço, desenvolvimento do projeto da unidade e formação inicial de toda a equipa que irá operar com o franchisado. Este apoio na área da formação mantém-se durante a vigência do contrato, recebendo o franchisado além da formação, suporte na gestão, campanhas de marketing e comunicação.

No fundo, os números não enganam e o que faz o franchising apelativo, não só para empreendedores nacionais, mas também para países estrangeiros, é a sua contribuição para a produção económica. Segundo um estudo global, levado a cabo em 2017 pela IFA – International Franchise Association, juntamente com o World Franchise Council, existem aproximadamente 2 milhões de negócios franchisados que asseguram mais de 19 milhões de empregos no mundo.

Em média, o franchising contribui para 2,7% do PIB de cada país.

O primeiro passo a dar antes de se lançar no mundo do franchising é avaliar se tem perfil para ser empresário e está preparado para iniciar um negócio próprio. Para além do perfil de liderança e capacidade de gerir equipas, desenvolver a área comercial e de se auto motivar, o empreendedor deve analisar alguns aspetos da vida pessoal antes de avançar para este projeto.

É importante ter o apoio da família, a capacidade financeira e motivação suficiente para arriscar as economias que tem. Pode haver insucesso e perdas financeiras. Caso avance para um negócio em franchising, o empreendedor tem ainda de analisar o seu perfil para entender se tem a capacidade para fazer parte de uma rede e aceitar as regras e orientações do franchisador.

e decidir abrir um negócio em franchising informe-se, pesquise oportunidades, peça ajuda a um técnico para fazer o plano de negócio e não deixe de consultar um advogado na hora de assinar o contrato. O franchising é, sem dúvida, a melhor forma de empreender.

OPINIÃO DE Cristina Maria Matos, Secretária Geral da Associação Portuguesa de Franchising