Depois do verde vivo do matcha, que já está bem mais vulgarizado, sendo até opção de bebida nas lojas Starbucks surge um tom bem menos comum: é em azul céu que a nova bebida se pinta.

A cor é garantida pela alga arthrospira, que se assemelha a uma com spirulina azul, segundo a Vogue brasileira, que a apresenta através de uma marca de bebidas detox.

Diz a publicação que esta alga é rica em antioxidants, vitamina B12 e anti-inflamatórios, mesmo em pequenas quantidades, razão pela qual já é consumida há várias décadas por austronautas da NASA.

A par de todas as vantagens, a bebida que tem um sabor suave (e não a algas) é o toque que completa as refeições mais coloridas de instagrammers da área do fit, alimentação ou mesmo da moda – ou qualquer jovem que tenha vindo depois da geração millenial.