Projeto digital vai combater “falta de interesse de alunos em tecnologia”

A Fundação da Juventude vai promover, nos 49 agrupamentos de escolas de intervenção prioritária da região Norte, um programa digital para combater "a falta de interesse dos alunos na área das tecnologias e ciências", afirmou o presidente da instituição.

239
© Reuters

“Este programa surgiu com a identificação de um problema, mas também pela urgência que existe, em Portugal, de dirigir a educação das crianças e jovens para a área da tecnologia e ciências aplicadas”, explicou à Lusa o presidente da Fundação da Juventude, Francisco Maria Balsemão.

O programa, designado “MAKE CODE: PROGRAMA O TEU FUTURO”, vai abranger, nos próximos três anos letivos, cerca de oito mil alunos, que frequentam os 1.º, 2.º e 3.º ciclos de escolaridade, e mais de 500 professores de escolas TEIP (Territórios Educativos de Intervenção Prioritária) da região Norte.

Segundo o presidente da Fundação da Juventude, este programa, baseado sobretudo na programação e nas ciências da computação, vai “tornar mais fácil a compreensão destas matérias” ao permitir que os alunos “usem e apliquem estes métodos às disciplinas que estudam, como Estudo do Meio ou até Geografia”.

“A essência do programa é tornar interessante e apetecível a programação, porque, mesmo que o aluno não queira seguir as áreas da informática profissional avançada, vai ter algumas noções daquilo que a programação significa”, salientou.

Francisco Maria Balsemão acredita que, apesar de o “contexto de sala de aula ter evoluído muito”, é ainda necessário tornar “acessível a compreensão destas áreas” e criar nas crianças e nos jovens “o bichinho pela programação”.

“Estas são e vão continuar a ser áreas bastante procuradas a nível nacional e internacional. Atualmente, a grande maioria dos alunos das áreas da informática e tecnologia são logo absorvidos pelo mercado de trabalho. Portanto, esta iniciativa permite também adequar a procura, que vai certamente continuar a aumentar no futuro”, acrescentou.

A Fundação da Juventude vai admitir, até ao final do mês, inscrições para a implementação do projeto nas escolas, sendo que a escola do Cerco e a escola secundária Rodrigues de Freitas, no Porto, vão ser as primeiras a receber o ‘roadshow’ de apresentação do projeto e a formação para os professores e alunos.

“MAKE CODE: PROGRAMA O TEU FUTURO”, uma iniciativa promovida pela Fundação da Juventude e cofinanciada pelo Programa Operacional Capital Humano, Portugal 2020 e União Europeia, conta ainda com a parceria da Microsoft.

LUSA