Isabel Martins, Diretora-geral da Essência Completa – Marketing, Comunicação e Media foi reconhecida, pelo segundo ano consecutivo, pela sua capacidade de liderança e gestão de equipa no Ranking do Best Team Leader (BTL). O estudo, promovido pela Tema Central, em parceria com a Qmetrics e com o apoio institucional da Associação Portuguesa de Gestão das Pessoas e do Observatório Nacional de Recursos Humanos, tem como objetivo reconhecer aqueles que no seu trabalho lideram equipas, avaliando as suas competências e características de personalidade. São os liderados que se pronunciam sobre o seu líder. Para Isabel Martins, “o prémio aposta nas boas práticas de gestão e como tal acrescenta-nos conhecimento e valor neste domínio, influenciando naturalmente a forma como nos posicionamos e desempenhamos as nossas funções. Acarreta em si uma maior consciencialização da forma como agimos com os outros, o que se traduz numa liderança ainda mais atenta e sempre responsável. Liderar significa muitas vezes a coragem de tomar as melhores decisões para o grupo em detrimento de posições individualistas.”

Esta líder acredita que as conquistas fazem-se de “dias mais e dias menos, mas acima de tudo de dias em que aprendemos com quem podemos contar sempre”. Acrescentando, “nem todos os dias são fáceis, mas nos mais difíceis há sempre a força que nos vem da essência de todos os que nos acompanham e nos fazem acreditar ser possível.”

“A equipa é tudo! Quando somos capazes de perceber que cada um faz parte de um todo e que os objetivos comuns são os que devemos privilegiar, crescemos mais… Uma marca só tem a ganhar quando funciona para e em grupo. Somos MESMO mais fortes se juntos. Somos MESMO mais fortes se entendermos que ser parte de uma equipa é um bem maior … Um privilégio quando encontramos pessoas que, gerindo os seus Egos, as suas Ambições e as suas Personalidades se unem em nome do crescimento de uma marca, percebendo com inteligência que desta forma crescem e evoluem” reforça a Diretora-geral da Essência Completa.

Isabel Martins sente-se lisonjeada por representar o setor da comunicação, ainda esquecido por muitos empresários, num ranking de prestígio como o BTL. O “desprezo” que ainda existe pelos profissionais de Comunicação é um dos maiores desafios da área que representa. “Esta é uma disciplina não reconhecida. Ainda há a perceção de que pode ser desenvolvida por amadores” lamenta, concluindo “quando conseguimos demonstrar aos clientes que a Comunicação tem de ser desenvolvida por profissionais é uma prova de que o nosso trabalho foi bem-sucedido”.