Em busca da cura para a calvície. O quão próximos estamos?

Segundo a American Hair Loss Association, estima-se que 85% dos homens irão sofrer de queda de cabelo significativa a partir dos 50 anos e 45% das mulheres a partir dos 40. São milhares de pessoas que sofrem em silêncio com a sua situação capilar, seja por motivos profissionais ou estéticos, e que procuram por tratamentos para solucionar a sua calvície.

1250

A boa notícia é que estamos numa era interessante no que diz respeito à Investigação & Desenvolvimento na área da saúde capilar. No panorama internacional, 2018 foi um ano que trouxe esperança a milhares de pessoas. Desde a clonagem de folículos a seruns injetáveis derivados de células estaminais para aumentar a densidade capilar em áreas com cabelo adelgaçados e pequena molécula que estimula a regeneração capilar, a promessa de tratamentos milagrosos começa a tornar-se uma realidade. O rápido avanço tecnológico contribui para uma evolução considerável de técnicas, métodos utilizados para tratar a queda de cabelo, a grande invasão de produtos comerciais e até serviços de cabeleireiros.

No panorama português, observa-se o surgimento de clínicas privadas a oferecer os mais diversos tratamentos para a calvície. Executados corretamente, alguns apresentam resultados visíveis como o transplante, as mesoterapias com fármacos e substâncias acreditadas; os tratamentos mais vanguardistas, tal como o Plasma Rico em Plaquetas (PRP), dispendioso e invasivo, continuam a necessitar de mais estudos que determinem os critérios para a sua eficácia e um procedimento terapêutico. Esses critérios ou procedimentos continuam não nomeados. Como exemplo, um critério a definir seria, entre as várias centrifugadoras existentes no mercado designadas para outras especialidades, qual a apropriada para a capilar, que tipo de cabelo beneficiaria mais, ou beneficiaria menos deste tratamento e qual a frequência de sessões de tratamento de acordo com o estadio da calvície. Estes são apenas alguns exemplos de critérios que ainda não estão estabelecidos e que são determinantes para se calcular a probabilidade de se obterem bons ou maus resultados após sessões de PRP e gerir bem as expectativas de quem paga à espera de ser bem orientado.

Espero disponibilizar o PRP assim que os estudos e os critérios da técnica e de seleção de pacientes estejam determinados, num futuro que acredito estar já próximo.

O custo médio de vida em Portugal por outro lado não facilita o acesso geral a tratamentos capilares. O Sistema Nacional de Saúde não apoia os custos destes tratamentos que naturalmente recuperam a autoestima e a saúde mental de utentes desta subespecialidade da dermatologia, sabendo que quando os resultados são satisfatórios  previne-se que uma baixa autoestima, uma tristeza e a depressão ligeira progrida para  doença psiquiátrica grave.

A responsabilidade social inerente tem sido da iniciativa única e exclusiva de empresas privadas.

Restauração Capilar Robótica: o Presente

Com provas dadas, a técnica Manual de transplante capilar FUE tornou-se a técnica padrão, mas efetivamente a robótica veio auxiliar as equipas médicas e os resultados estão à vista. Com o procedimento ARTAS 9x – são utilizadas pequenas agulhas para remover milhares de folículos pilosos do couro cabeludo deixando apenas pequenas incisões pontuais. Uma vez que as incisões são distribuídas por uma ampla área, a área doadora mantém o seu aspeto natural, tornando o procedimento menos detetável.

A utilização da robótica na saúde capilar exige formação e certificação, uma vez que é necessário saber parametrizar e utilizar o Robot de forma adequada para os melhores resultados. Não estamos a falar da substituição do homem pela máquina, mas sim da máquina a auxiliar o homem, porque os robots são excelentes em tarefas que exigem precisão, repetição e consistência.

Por enquanto, quem mais procura o transplante robótico são pacientes estrangeiros, muito bem informados e por isso muito exigentes.

A minha clínica REPLACE é a única de micro-transplante capilar que realiza procedimentos robóticos com o ARTAS 9X em Portugal. Ainda não chegou a Europa qualquer Robot que implante folículos. O único Robot que implanta é o ARTAS iX que a Restoration Robotics apresentou ao mundo este em Hollywood durante o congresso da ISHRS deste ano.

International Society of Hair Restoration Surgeons

Clonagem de Folículos: o Futuro

A clonagem de folículos pode ser o cume na evolução deste processo não invasivo de criação de tratamentos para a resolução da calvície. A diferença entre a clonagem e os outros tratamentos é que de uma única célula embrionária estaminal cria-se um número ilimitado de folículos a partir de apenas um folículo, com os quais o num homem ou mulher calva vem ficar cheio de cabelo.

Existem empresas em fase de testes para a viabilização da clonagem de folículos. Para a aprovação da sua disponibilização ao público são necessários mais estudos clínicos e acredito estará disponível num espaço de cinco a dez  anos.

Saiba mais sobre Três TRATAMENTOS que apresentam bons resultados e 99% de pacientes satisfeitos.

Mesoterapia 

Atuando na enzima responsável pela queda de cabelo – a 5 – alfa-reductase – este tratamento estimula o crescimento do cabelo e atenua o processo de adelgaçamento dos fios de cabelo retardando o aparecimento da calvície.

Biofibra®

É uma técnica de pequena cirurgia com o objetivo de inserir fibras biocompatíveis nas zonas calvas e que confere um aspeto bastante natural.

Anti-Queda LLLT (Low Level Laser Therapy)

Tratamento não-invasivo e não-químico de fototerapia com luz de baixa intensidade, que estimula o crescimento capilar por fotobiomodulação alterando as características moleculares da fibra capilar, vasodilatando os vasos sanguíneos de modo a que haja uma maior absorção de todos os componentes necessários ao desenvolvimento e crescimento do cabelo.

Tratamentos promissores já em fase de testes humanos

Histogen Hair Stimulating Complex (HSC) está a ser desenvolvido um injetável chamado HSC (hair stimulating compelo) que advém de células estaminais. Este aumentará a densidade capilar muito para além da capacidade das terapias atuais

A Hair Cell estuda sinais bio – elétricos para o couro cabeludo através de um chapéu que contém elétrodos e que facilita os processos regenerativos naturais do corpo. Combina a estimulação com injeções PRP e chegará ao mercado rapidamente se passar pela compliance da FDA.

Rivertown Therapeutics RT 1640 – Esta empresa possui uma molécula tópica em desenvolvimento que providencia os melhores resultados visíveis na regeneração capilar até agora. E como efeito secundário reverte os cabelos grisalhos nas áreas em que é aplicado.

Opinião de Fátima Garcês, Fundadora da Clínica REPLACE

Quem é Fátima Garcês

Fátima Garcês, médica cirurgiã com mais de 12 anos de experiência em micro-transplante capilar e implante de Biofibre®. Os seus tratamentos utilizando a técnica de FUE e o Sistema Robótico ARTAS® são pioneiros em Portugal e o implante de Biofibre® é um tratamento exclusivo para solucionar diferentes tipos de calvície que não se resolvem com um transplante capilar.

A Clínica REPLACE aposta na pesquisa e na investigação científica para identificação do melhor tratamento curativo e melhoria da eficiência dos procedimentos médico-cirúrgicos. ‘Patient Care’ com total satisfação do paciente e do médico, é a nossa meta.