Entre os dias 2 e 5 de Dezembro o EUROGIN – Organização Europeia de Pesquisa em Infeção Genital e Neoplasia – reuniu médicos e cientistas cujo trabalho está relacionado infeções genitais e a neoplasia.

O congresso internacional multidisciplinar dedicado ao Vírus Papiloma Humano (HPV) abriu portas com um workshop lusófono intitulado “HPV na mulher e no homem: da investigação ao rastreios e vacinação”, com o objetivo de promover um fórum de discussão e de troca de resultados e experiências entre profissionais, investigadores e clínicos, “em português”.

“Atrevo-me a dizer que o EUROGIN, apesar de ser europeu, é um dos congressos mais importantes a nível mundial dedicado ao Vírus Papiloma Humano”, afirma Miguel Coelho, Country Manager da Procare Health Portugal, realçando que este congresso inteiramente dedicado ao tratamento do HPV e de todas as suas consequências assume uma importância crescente para Portugal enquanto anfitrião desta comunidade científica que tem hoje por objetivo a erradicação total do vírus a nível global.

“Para nós, ProCare Health, felizmente este congresso coincide com o nascimento da empresa em Portugal, por isso acabamos por ter um papel relevante na organização do congresso, não obstante que a nossa presença seja global, representando por isso mesmo todos os países onde temos atividade”, elucida Miguel Coelho.

A ProCare Health Portugal assumiu a responsabilidade da logística da organização, num suporte direto à estrutura internacional responsável pelo EUROGIN. “É para nós uma enorme responsabilidade, mas também um orgulho e uma oportunidade única de podermos mostrar à comunidade científica portuguesa a verdadeira dimensão da ProCare Health, com uma estratégia global pensada para o tratamento de todos os doentes com HPV positivo, com ou sem lesões decorrentes desta patologia”, acrescenta Miguel Coelho.

De realçar que a ProCare Health terminou recentemente um estudo clínico sobre o HPV e que quer reforçar a parceria com a Universidade de Los Angeles no que diz respeito ao desenvolvimento do projeto direcionado para a recriação das células do cérvix através da tecnologia, substituindo, assim, a experimentação em animais. “Este é um passo muito importante na investigação e que vai ao encontro do ADN da ProCare Health que procura desenvolver uma empresa à base de produtos e processos naturais”, diz-nos Miguel Coelho. “Na ProCare Health, tudo o que fazemos assenta numa base de evidência clínica”.

Miguel Coelho refere, ainda, que a investigação em Portugal não tem grande expressão, no entanto, no que diz respeito à investigação clínica, existe uma enorme vontade por parte dos médicos e hospitais portugueses em fazer parte do desenvolvimento clínico de novos produtos. “Em particular, na área da saúde da mulher existem excelentes projetos de investigação”, conclui.

Também Yann Gaslain, CEO Mundial da Procare Health, não escondeu a sua satisfação quanto aos objetivos alcançados neste congresso pela empresa, enquanto “Silver Sponsor” do EURGIN 2018. “O EUROGIN conta já com a presença regular da Procare Health. A edição deste ano assumiu uma particular importância para nós, num momento em que terminamos um importante estudo clínico, cujos resultados serão disponibilizados muito brevemente, e apresentamos o ambicioso plano de Investigação Clínica que irá reforçar a Evidência de eficácia dos nossos produtos, num espaço onde se reúnem os mais importantes especialistas de todo o mundo. 2018 foi também o ano em que iniciámos a nossa atividade em Portugal e o facto do EUROGIN decorrer em Lisboa deu-nos a oportunidade de reforçar o interesse estratégico da empresa em estar de modo próprio neste país, alargando toda a atividade, quer comercial, quer de Investigação, para toda a Península Ibérica”.