Início Empresas Destaques “Proteja o que tem de mais precioso!”

“Proteja o que tem de mais precioso!”

0
“Proteja o que tem de mais precioso!”

Especialista em seguros de pessoas, que papel assume atualmente a Prévoir no mercado português?

Na qualidade de segurador de pessoas procuramos disponibilizar soluções adequadas aos nossos segurados de modo que, quando os riscos impostos pela vida quotidiana, acontecem encontrem um resposta, pelo menos, económica, que os ajude a fazer face às diferentes consequências negativas.

Os seguros, nomeadamente, os que à vida dizem respeito, têm um papel muito importante para a sociedade, tanto no âmbito económico como social. O risco existe. Compete-nos segurá-lo com as melhores soluções. No mercado português, somos e queremos continuar a ser para os nossos clientes e parceiros uma marca de qualidade, competente e profissional.

“Um melhor amanhã, agora” é o lema da marca. Porquê escolher a Prévoir?

Escolher a Prévoir é escolher um especialista com mais de cem anos (ultracentenário). É escolher um segurador que conhece e saber gerir o risco pessoal. É escolher um segurador que está à escuta e próximo dos seus clientes.

A Prévoir acaba de lançar o Prévoir Soluções Vida, com a mensagem “Proteja o que tem de mais precioso!”. Como se processa este seguro? Quais são as suas mais-valias?

O Prévoir Soluções Vida foi criado a pensar nos nossos clientes e no que de mais importante e precioso gostariam de proteger. Refiro-me à sua própria proteção e à da sua família.

Neste novo produto introduzimos diversas inovações, das quais destaco os três packs, que nós designamos por módulos. O objetivo destes três módulos (o de doença, o de acidente e o livre) é o de orientar o segurado para a solução mais adaptada à sua situação e simplificar-lhe a escolha das garantias do seu seguro. Destaco também a evolução das nossas garantias. Na hospitalização propomos também a cobertura em caso de doença, na invalidez disponibilizamos a cobertura para um grau de incapacidade a partir de 60%.

Esta era, sem dúvida, uma inovação de que o mercado estava à espera?

Como disse anteriormente, inovamos através das garantias que quisemos serem abrangentes e de actualidade. Inovamos também no processo de subscrição, tornando-o ainda mais simples e por fim, reduzimos significativamente a nossa tarifa. As primeiras reacções – são apenas as primeiras – são muito positivas.

O Prévoir Soluções Vida oferece a protecção necessária para que a pessoa possa manter o equilíbrio financeiro em caso de doença ou acidente e fazer face a despesas inesperadas durante este período. Que outros fatores visa este seguro para se diferenciar no mercado?

Como é natural, as doenças graves, nas quais incluo o cancro e a hospitalização, são hoje as garantias que mais atraem porque são, infelizmente, as mais comuns no círculo familiar e profissional das pessoas.

O novo seguro da Prévoir é uma solução ajustada a cada pessoa e ao seu contexto familiar. Que outros aspectos urgem responder para fazer face às necessidades das pessoas que procuram um seguro? Que caminho a Prévoir pretende percorrer neste sentido?

Para responder adequadamente às necessidades das pessoas, o seguro tem de ser simples, tem de ter garantias ajustadas à vida das pessoas e tem de propor um prémio acessível.

Os seguros fazem parte das nossas vidas. Nem que seja porque são obrigatórios para quem tem um carro e para quem compra uma casa. E quanto aos seguros de vida e de saúde? Esta ainda é uma área desvalorizada pelo cidadão comum?

Na qualidade de segurador e, por conseguinte, conhecedor dos riscos, compete-nos lembrar às pessoas que existem outros riscos cujas consequências podem ser muito negativas se estes não estiverem seguros. Todos temos consciência dos riscos, mas por vezes esquecemo-nos de os prevenir, simplesmente, segurando-os. A nossa rede comercial de Agentes e de parceiros tem como missão lembrar às pessoas os riscos que existem e que correm e, sempre que possível, aconselhá-las com as coberturas disponíveis e mais adequadas.

O mercado português é um mercado maduro em termos de seguros de vida?

Do meu ponto de vista, o mercado português está caminhar para o amadurecimento em termos seguro de vida, particularmente nos seguros de proteção ao crédito imobiliário, impostos pela entidade credora.

Em Portugal ainda não existe um “hábito” de subscrição de seguros de vida a título individual ou pessoal. Ainda há muito para fazer junto dos portugueses ao nível da sensibilização e do aconselhamento para os benefícios um seguro de vida.