PSL Navegação – Especialista no caminho marítimo para África

A excelência de uma marca consegue-se seguindo uma dinâmica assente em fatores como a qualidade, a credibilidade, o prestígio e a vontade de promover valor. Isto acontece em qualquer setor de atuação e com qualquer instituição/empresa presente no mercado e que pretende aportar valias e promover a satisfação dos clientes.

272

Chegar a este nível de excelência não é, naturalmente, simples ou fácil. É sempre necessário percorrer um caminho que, sem dúvida, tem altos e baixos, mas que só os mais fortes e capazes conseguem ultrapassar

A PSL Navegação assume isso mesmo, ou seja, atualmente é um player de relevo no seu mercado de atuação, pois tem vindo a fazer um percurso de prestígio no seu dia a dia e no relacionamento com os seus clientes e parceiros. A PSL Navegação é representada em Portugal pela NAIP, que tem mais de 15 anos de experiência neste mercado, mais concretamente em Angola pela NAIBER, em São Tomé pela NAI ST e NMA em Rotterdam. Claramente especializada no comércio internacional de Angola e São Tomé, a PSL opera com três navios próprios que garantem um serviço regular e transit time bastante competitivos.

É muito fácil assumir a dinâmica de um serviço único, mas o complicado é que essa excelência seja algo visível e esteja ao serviço dos clientes. A PSL perpetua isso mesmo de uma forma inquestionável, realidade que leva a marca a distinguir-se também pelas suas equipas, ou seja, um capital humano extremamente atento e que é responsável pelas tomadas de decisão capazes de oferecer respostas céleres, sustentando, portanto, o lema de garantia de um serviço único.

O facto de o centro de decisão estar em Portugal faz com que as respostas sejam mais céleres e ajustadas à nossa realidade.

O serviço PSL é assim garantido com saídas regulares de Portugal, dos portos de Leixões e de Lisboa, com serviço direto e sem transbordo, tendo como destinos: São Tomé, Luanda, Lobito e Namibe. De salientar que Cabinda é servida via Luanda com um feeder dedicado para cabotagem entre ambas as províncias.

PSL NAVEGAÇÃO E A CPLP

A relação de Portugal com Angola é longa e para durar. “Qualquer empresa que opere entre os dois países é sempre responsável pelo estreitar desses laços e a PSL não é exceção”, diz Francisco Marinho Leite, Diretor da PSL Navegação.

O presidente de Angola, João Lourenço, esteve recentemente em Portugal e afirmou que falar do relacionamento luso-angolano “é falar do relacionamento entre as pessoas” e lembrou o “contributo relevante” para o progresso e desenvolvimento de Angola dos 135 mil portugueses que ali residem e trabalham. A terminar, Francisco Marinho Leite relembrou que a “competitividade do comércio com os PALOPS assenta na língua assim como na excelente capacidade logística”, conclui o nosso entrevistado.

Inovação e PSL Navegação

A inovação é algo que faz parte da PSL e por isso a marca aposta sempre em navios modernos, porta contentores e Multi Purpose, com possibilidade de transporte de contentores HC, Dry Open Top, Flat Rack, Reefer, assim como a chamada carga convencional/especial.