Vinhos que desafiam o lado mineral do Alvarinho em prova no Algarve

Nos dias 17 e 18 de fevereiro venham descobrir a colheita 2018 do Soalheiro Granit e do Soalheiro Mineral Rosé na Decante Algarve.

87

Com os vinhos frutados divulgados desde dezembro, chega agora a vez de Soalheiro’s mais minerais revelarem todo o seu esplendor. Trata-se do Soalheiro Granit e do Soalheiro Mineral Rosé que desafiam a uma redescoberta do Terroir dentro do Terroir, ganhando forma e convidando quem os prova a ficar surpreendido a cada nova colheita. A edição 2018 destes Alvarinhos, que necessitaram de mais tempo de estágio em adega para revelarem toda a sua mineralidade, será apresentada na Decante Algarve, num evento dedicado a profissionais do setor, nos dias 17 e 18 fevereiro.

SOALHEIRO MINERAL ROSÉ:

UM VINHO NÃO CONSENSUAL QUE APAIXONA

Em 2017, o Soalheiro desafiou os apreciadores a provar um Rosé que poderia não ser consensual e do agrado global, uma vez que não apresentava a intensidade de doçura e suavidade normalmente apresentada em alguns vinhos rosados. A aceitação excedeu as espectativas e, o Soalheiro Mineral Rosé, rapidamente esgotou. Surge agora na versão 2018, mantendo a persistência devido ao Pinot Noir e a elegância devido ao Alvarinho com um álcool moderado, que apaixonou os consumidores na primeira edição. Mineral e elegante, é um vinho para todos – sem limite de idade e que não escolhe sexos – mas que escolhe momentos. Pode ser apreciado como um excelente e descontraído aperitivo, muito adaptado à tendência atual de consumir vinho a copo, mas também se demonstra perfeito para harmonizar com pratos mais leve como saladas, peixes ou mariscos.

SOALHEIRO GRANIT:

O LADO MAIS MINERAL DA CASTA ALVARINHO

De perfil mais contido, com um final de boca direto e seco, vibrante e elegante, o Soalheiro Granit revela uma grande mineralidade. Deixe-se surpreender à mesa pela sua flexibilidade. De perfil muito gastronómico convida a harmonizar com diversos pratos de marisco ou peixe. Mas as suas especificidades fazem dele único…  a origem das uvas que lhe dão corpo tem particularidades que dificilmente se encontram noutro Alvarinho. Oriundo de uma seleção específica de vinhas de pequena dimensão, implantadas em solo de origem granítica acima dos 300 metros, revela a mineralidade que relaciona o solo de origem granítica do terroir de Monção e Melgaço e a casta Alvarinho.