Paula Ferreira de Almeida é Diretora Comercial da FactorChave, sendo uma função que exige um elevado nível de profissionalismo e competência. Desta forma, dê-nos a conhecer um pouco mais do trajeto profissional e como chegou até ao cargo que ocupa atualmente?

A FactorChave é uma agência de Marketing integrado com 19 anos de experiência, especializada na área da saúde. Paula Ferreira de Almeida é gestora com mais de 30 anos de industria farmacêutica. Iniciei a carreira como delegada de informação médica num laboratório nacional, evoluí para as multinacionais, para a carreira de marketing, tendo ocupado todos os cargos até à liderança de unidades de negócio onde permaneci cerca de oito anos. A passagem para a agência era desde há muito tempo ambicionada e aconteceu em 2011, alicerçada pelo conhecimento do mercado e das necessidades da Industria Farmacêutica, coincidindo com o crescimento da FactorChave até então liderada em exclusividade pelo Vasco Noronha. Orgulhamo-nos de estar a construir uma PME líder, com uma estrutura de 12 pessoas, de possuirmos para além da certificação ISO9001, o certificado n1 de qualidade em Congressos em Portugal.

Num mercado de trabalho onde as questões ligadas à liderança e à gestão de talentos são cada vez mais fulcrais, que características indicaria como sendo fundamentais para um líder e gestor de pessoas?

Um líder tem de estar disponível para a equipa, as empresas são as pessoas que lá trabalham. Se tivermos uma equipa comprometida e alinhada teremos melhores resultados. Trabalhamos de porta aberta, somos interventivos e participativos. Lideramos pelo exemplo. Ouvimos as pessoas, acatamos as suas sugestões e implementamos muitas das mudanças que sugerem. Somos adeptos de quanto maior a liberdade, maior a responsabilidade. No final do dia, somos generosos, reconhecemos e recompensamos, fazemos distribuição de lucros quando os objetivos são superados.

Quem é Paula Ferreira de Almeida como Líder de pessoas?

Posiciono-me enquanto parte integrante da equipa, lidero pelo exemplo, faço parte da solução e vejo os problemas como oportunidades. Adoro a partilha e o saborear das vitórias, motivo a aprendizagem com os erros diários. Defendo sempre que só não comete erros quem nada faz. Tenho muito orgulho quando a equipa diz que somos inspiracionais.

A desigualdade do género assume-se como um obstáculo à evolução. Durante a sua carreira, alguma vez sentiu ou enfrentou obstáculos pelo simples facto de ser mulher?

Quem nunca sentiu? A experiencia baseia-se exclusivamente na passagem pelas multinacionais onde apesar de todas as politicas de igualdade de género, senti sempre que pela mesma tarefa ainda que com maior competência, formação e resultados a remuneração era sempre inferior. Nunca senti quaisquer obstáculos à evolução pelo facto de ser mulher e mãe.

O que falta, na sua opinião, para que a igualdade de oportunidades seja cada vez mais uma realidade?

As oportunidades estão lá! Dá muito trabalho gerir tudo, é necessário um planeamento elevado, uma estrutura de apoio pessoal e familiar para hoje em dia ser profissional, mulher e mãe. Tenho por lema que o único local onde o Sucesso vem antes do Trabalho é no dicionário. É mais cómodo e mais fácil muitas vezes ficar na argumentação de género, do não posso e do não consigo do que ir à conquista dos sonhos e dos objetivos. Falta às mulheres sentirem e acreditarem que são capazes! Acreditar em si mesmo, no ‘eu vou conseguir’, no milagre do ‘eu posso’ e ‘eu quero’. A maior parte dos obstáculos existem apenas dentro da nossa cabeça.

Liderança Feminina ou Liderança Masculina? Existe alguma diferença entre ambas ou a questão da liderança nada está relacionada com a vertente do género?

Liderança pelo talento. As capacidades de liderança não dependem do género.

No seio da FactorChave, que análise perpetua das oportunidades dadas ao sexo feminino? É uma instituição que promove essa igualdade?

Somos uma equipa maioritariamente jovem e feminina. Sempre que estamos a contratar, as pessoas mais criativas, com as características que queremos na equipa tem sido mulheres.

Que mensagem gostaria de deixar a todas as mulheres que irão ler a sua entrevista?

Para acreditarem que são seres fantásticos e que conseguem tudo o que quiserem alcançar! Tudo começa com um sonho, deste para o planeamento e para a concretização depende do nosso trabalho, perseverança, resiliência e espirito positivo, o sucesso está no final.

Numa dinâmica mais empresarial, o que podemos esperar de si e da FactorChave de futuro? 

A Factorchave quer ser reconhecida enquanto o parceiro preferencial para a concretização e superação dos objetivos dos nossos clientes quer estejam a organizar o lançamento de um produto novo ou de um congresso. da Paula e do Vasco, continuarem a inspirar a equipa a superar objetivos