Consciente que a segurança e prevenção são uma prioridade e que o número de acidentes rodoviários continua a ser demasiado elevado, a Allianz Portugal, relembra alguns conselhos a ter nas estradas portuguesas:

  1. Mantenha uma distância de segurança entre a sua viatura e a da frente e, quando indicado na estrada, aumente essa mesma distância.
  2. Não utilize o telemóvel durante a condução. Lembre-se ainda que, apesar de legais, os chamados sistemas “mãos livres” podem distrair quem conduz.
  3. Adapte o estilo de condução às condições climatéricas adversas, ou do piso, que condicionem a visibilidade e aderência na estrada; nestas situações, reduza a velocidade – a maioria dos acidentes na estrada são causados por excesso de velocidade.
  4. Seja responsável e, se beber, não conduza. Ainda que em poucas quantidades, as bebidas alcoólicas prejudicam a condução.
  5. Antecipe os perigos enquanto conduz. Observe os movimentos de outros condutores e pedestres, especialmente as crianças – se estiver a circular perto de uma escola, por exemplo – e recorra aos espelhos do seu veículo.
  6. Lembre-se que os peões e, entre estes, os mais velhos, além dos ciclistas e motociclistas, são os utilizadores das estradas mais vulneráveis. Por isso, tenha mais atenção a estes grupos.
  7. Verifique e garanta as boas condições de elementos vitais do seu automóvel, como os pneus (pressão e rasto), travões e suspensão.

O número de mortes nas estradas portuguesas continua a aumentar: só este ano, até ao final de abril, os acidentes rodoviários já provocaram 148 mortos, mais 8% do que no mesmo período de 2018. Os feridos graves aumentaram para 605 (+10,6%) e os feridos ligeiros para 12.529 (+2,4%)1.

Estudos apontam para o envelhecimento da população como uma das causas para o aumento dos riscos na estrada e, por outro lado, a utilização de smartphones durante a condução, principalmente por jovens, que pode estar a influenciar o aumento da sinistralidade rodoviária.

Para mais informações consulte o vídeo “O que fazer em caso de acidente?” da Allianz Portugal e o link sobre o Allianz Auto.

1Dados revelados a 2 de maio pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).