90 vozes vão juntar-se a um ensemble de músicos para apresentar um exercício sobre a nossa humanidade. A memória, o tempo, o medo e a coragem, o bem e o mal, tudo consagrado num espetáculo único que envolve o projeto de comunidade Outra Voz.

Sobre um manto verde, num contacto privilegiado com a natureza, a Outra Voz e a encenadora Sandra Barros viram aqui, neste Parque da Cidade de Guimarães, o palco perfeito para um espetáculo que celebra o que cada um de nós tem de singular e em comum com o outro.

Os jovens cantores da SMG – Conservatório de Guimarães juntam-se ao grupo de comunidade Outra Voz, sob a direção de Marisa Oliveira, e serão acompanhados pelo ensemble de sopros, percussão e gaita de fole, dirigidos pelo músico vimaranense Rui Souza. Todo este evento conta com a coordenação de Carlos A. Correia, também responsável do projeto Outra Voz, e a cenografia está a cargo do artista plástico Daniel Costa.

Sobre a Outra Voz:

A Outra Voz é um grupo de comunidade dedicado à expressão e exploração vocais a partir da música de tradição e transmissão oral. Criada em julho de 2010, a partir da Área de Comunidade da programação da Capital Europeia da Cultura 2012, constitui o único projeto artístico que permaneceu para além da realização deste grande evento.

Constituída em 2013 como Associação Cultural sem fins lucrativos, realiza ensaios em várias freguesias de Guimarães onde se ligam mais de 100 elementos. A Outra Voz é um ponto de encontro entre pessoas, mas também um genuíno fenómeno de autonomia e auto-organização efetivamente comunitária