LEO Pharma conclui aquisição do negócio de Dermatologia da Bayer

Graças a este acordo, a LEO Pharma começará a comercializar novos medicamentos para a dermatite atópica, a acne, a rosácea, o eczema e as infeções fúngicas da pele em Portugal.

382

LEO Pharma e Bayer anunciaram hoje a conclusão da operação de transferência do negócio global de Dermatologia de prescrição.

As empresas anunciaram pela primeira vez a operação em julho de 2018 e concluíram a primeira fase da aquisição com o encerramento do negócio dos EUA, a 4 de setembro do ano passado.

 

A segunda, e última fase, conclui-se hoje com o acordo de encerramento para os restantes países onde ainda têm presença.

 

Gitte Aabo, Presidente e Diretora Executiva da LEO Pharma, disse: “Hoje é um dia histórico para LEO Pharma. Com a adição das reconhecidas marcas de medicamentos dermatológicos e dos colaboradores da Bayer, fazemos avanços significativos para alcançar o nosso objetivo de ajudar 125 milhões pacientes até 2025. Aumentamos a nossa gama de tratamentos dentro das áreas da acne, infeções fúngicas da pele e rosácea, bem como a nossa gama de corticosteroides tópicos. Ao completar a parte final da aquisição, melhoramos significativamente a nossa presença em mercados-chave, como Brasil, Áustria e África do Sul, demonstrando a nossa ambição de tornarmo-nos líderes mundiais em Dermatologia médica.”

 

“Estamos satisfeitos por ter encontrado o parceiro certo na LEO Phama para levar o nosso negócio de Dermatologia médica para o próximo nível”, afirmou Heiko Schipper, membro do Conselho de Administração da Bayer e Presidente da Saúde do Consumidor. “Com esta venda, reforçamos o nosso objetivo de focarmo-nos no nosso core business, a categoria OTC (sem receita médica) e desenvolver o nosso negócio de saúde do consumidor, fazendo-o atingir o seu pleno potencial.”, acrescentou.

 

Como parte do acordo, a LEO Pharma adquiriu os direitos de produto para o negócio global de Dermatologia de prescrição da Bayer, com a exceção do Afeganistão e Paquistão. Isso inclui uma instalação de produção em Segrate, Itália e um total de 347 funcionários que se juntarão à LEO Pharma.

 

Especificamente em Portugal, a LEO Pharma vai começar a comercialização de novos medicamentos para a dermatite atópica, a acne, a rosácea, o eczema e as infeções fúngicas da pele.

 

A LEO Pharma e a Bayer trabalharam estreitamente para garantir uma transição eficaz e o fornecimento ininterrupto de produtos e tratamentos, de acordo com a legislação vigente.