Jovens cientistas portuguesas conquistam primeiro prémio em Macau

Jovens cientistas portuguesas ganharam 3 prémios na maior competição de ciência da Ásia, destacaram-se entre 588 jovens de 56 países em competição.

760

O projeto “Mercúrio na ria de Aveiro: quais os impactos e possíveis soluções?”, que Inês Lourenço, Jéssica Valente e Maria João Marcelino levaram, através da Fundação da Juventude, à 34º Edição do China Adolescents Science and Techonolgy Innovation Contest (CASTIC), obteve o primeiro prémio,  na categoria dos projetos internacionais.

Este projeto foi ainda galardoado com dois prémios na categoria de Special Awards: o Gao Shiqi Special Award e o University of Macau Science and Technology Innovation Special Award.

Para a Fundação da Juventude este prémio representa um  contributo muito importante na visibilidade internacional dos seus projectos e um marco determinante na projeção internacional da Juventude.

A delegação portuguesa regressa a Lisboa no dia 26 de Julho, às 20 horas (hora de Lisboa),  no voo da Emirates,  oriundo do Dubai – EK 193.

O projeto português

O projeto “Mercúrio na ria de Aveiro: quais os impactos e possíveis soluções?” é um projeto de investigação na área da biologia, que se destacou na 13ª Mostra Nacional de Ciência promovida pela Fundação da Juventude. Desenvolvido na Escola Secundária Homem Cristo, em Aveiro, o projeto pretende avaliar o impacto e as possíveis soluções dos níveis elevados de mercúrio verificados na ria de Aveiro.

34º Edição do China Adolescents Science and Techonolgy Innovation Contest (CASTIC)

O CASTIC é uma iniciativa organizada para estudantes amantes da ciência, com idades compreendidas entre os 12 e os 20 anos. Este concurso é um dos mais prestigiados e um dos maiores concursos para jovens cientistas de todas as partes do mundo. Tem como objetivo fortalecer valores e tradições compartilhadas para a construção de uma integração regional. Decorre de 20 a 26 de julho, em Macau.