A iniciativa anual vai eleger três mulheres com projetos na área do ambiente e doar 18 mil euros às grandes vencedoras. A primeira classificada estará também habilitada ao Grande Prémio Internacional do Terre de Femmes, juntamente com mulheres de mais de uma dezena de países, como Alemanha, Espanha, França, Itália, Marrocos, México, Rússia, Suíça, Turquia e Ucrânia, Áustria, Bélgica, Holanda e Luxemburgo. Somando ambos os prémios, a grande vencedora poderá receber um apoio de 20 mil euros.

Ser mulher, ter idade igual ou superior a 18 anos e possuir um projeto eco- empreendedor já implementado – seja de forma independente, através de uma estrutura sem fins lucrativos ou via entidades com objeto comercial -, são os requisitos para a inscrição no Prémio Terre de Femmes.

“Todos os anos o nosso desejo é superar as inscrições de ‘eco-cidadãs nacionais’. Todos os projetos a favor do ambiente que recebemos são incríveis e queremos continuar a ajudar as mulheres que os preconizam de uma forma tão brilhante”, afirma Paula Cunha, porta-voz da Fundação Yves Rocher em Portugal.

Todos os projetos a concurso podem ainda ser submetidos para a morada da Yves Rocher Portugal (Rua do Castanhal, n.º 256, 4475-130 Gemunde – Maia), ou através do endereço de correio eletrónico terredefemmes.portugal@yrnet.com.

Recorde-se que esta distinção tem como objetivo reforçar a liderança e contribuir para a autonomização das mulheres, dando visibilidade e apoiando financeiramente projetos de eco-empreendedoras e eco-cidadãs que trabalham todos os dias para uma pegada cada vez mais positiva.