Grupo espanhol abre segunda residência sénior em Portugal

O terceiro maior empregador espanhol, presente em Portugal desde 2007, continua a investir em Portugal, desta vez com a abertura da segunda residência sénior, no Areeiro, em Lisboa.

137

Sob a nova marca CLECE VITAM, a gestão de residências sénior do grupo CLECE em Portugal conta já com dois registos, um em Fátima e, mais recentemente, no centro da cidade de Lisboa  que oferece uma capacidade superior a 100 pessoas. Na Residência Sénior do Areeiro foram, até à data, criados 30 postos de trabalho em várias áreas profissionais, sendo que se pretendem contratar mais cerca de 40 profissionais, desde auxiliares de lares, cozinheiros, enfermeiros, psicólogos, animadores e fisioterapeutas. Todos estes profissionais recebem, aquando da sua integração, formação ajustada à função a desempenhar. 

Esta é uma área de negócio estratégica para o Grupo, sobretudo em Portugal, onde a esperança média de vida crescente e tendência para um envelhecimento ativo exigem opções ajustadas a esta nova realidade. 

Estão ainda previstas mais duas residências em Portugal: uma em São Domingos de Rana e outra Valença do Minho, num total de mais de 35 milhões de euros de investimento para os próximos 20 anos. Todas estas residências terão uma lotação superior a 60 pessoas e irão empregar mais de 100 pessoas.

Segundo Bruno Moreira, Diretor Geral da CLECE Portugal, “em Portugal existe cada vez mais uma população envelhecida, mas também cada vez mais ativa. Daí que esta seja uma área estratégica para o Grupo. Pretendemos consolidar o negócio da Clece Vitam em Portugal através das duas atuais residências e evoluir para a construção das duas que temos em planeamento. O objetivo a longo prazo será o de chegarmos às dez residências e, para isso, estamos preparados para investir tanto em infraestruturas, equipamentos e profissionais especializados. Mais do que oferecer serviços de qualidade, é garantir que oferecemos as melhores soluções.