Como o trabalho flexível mudou na última década

O trabalho flexível surgiu há 30 anos. Os avanços na tecnologia e nas tendências da sociedade abriram uma porta de possibilidades para os trabalhadores. No entanto, foi na última década que o conceito o trabalho flexível ganhou força. Desde mudanças políticas de cima para baixo até à “caça” por talentos, os empregadores foram motivados a oferecer oportunidades de trabalho mais flexíveis aos seus funcionários. Porém, o caminho não foi fácil.

224
Foto Greenme

Sem dúvida que um dos maiores impulsionadores do trabalho flexível e dos espaços de trabalho flexíveis foi a tecnologia. A internet, telemóveis e computadores portáteis iniciaram a tendência do trabalho remoto nos anos 90. Nos últimos 10 anos, no entanto, melhorar a velocidade da Internet e as instalações de videoconferência de melhor qualidade significam que os funcionários externos podem comunicar com os colegas cara a cara mesmo estando a quilómetros de distância. Com o 5G no horizonte, mais tecnologia futurista como robótica e realidade aumentada a entrar no local de trabalho comum, facilitará ainda mais este contacto de profissionais que estão em pontos diferentes do globo.

Mas não foram apenas as novas tecnologias que ajudaram ao crescimento do trabalho flexível. Os profissionais estão cada vez mais a exigir esta opção às empresas. Embora a diferença entre homens e mulheres na força de trabalho tenha diminuído consideravelmente, as responsabilidades de cuidar dos filhos ou família ainda permanecem em grande parte com as mulheres. A sociedade em geral está a pedir formas de diminuir ainda mais a diferença de emprego entre os géneros. O trabalho flexível é uma solução possível, permitindo equilibrar melhor o trabalho e a vida doméstica. As empresas inteligentes estão a introduzir políticas para ajudar a alcançar este objetivo, abrindo a possibilidade de trabalho flexível.

A competição por novos talentos, também levou ao crescimento do trabalho flexível. Um estudo do McKinsey Global Institute constatou que os empregadores na Europa e na América do Norte exigirão de 16 a 18 milhões a mais de trabalhadores com formação universitária em 2020 do que os disponíveis. A previsão é de que as empresas não consigam preencher uma em cada dez funções. Como resultado, o equilíbrio de poder nas negociações de contratos de trabalho tem mudado para os funcionários e muitos agora sentem-se à vontade para exigir condições de trabalho que melhor se adaptem às suas vidas fora do trabalho.

Por que cada vez mais queremos trabalhar com flexibilidade

Obviamente, há tendências que estão a influenciar o desejo de as pessoas também quererem trabalhar com flexibilidade. Por um lado, há um impulso crescente para que as pessoas procurem um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal. O movimento de bem-estar geralmente encoraja as pessoas a cuidar melhor do seu bem-estar físico e mental, por isso os profissionais procuram empregos que corresponda ao desejo de equilíbrio profissional e pessoal. Como as deslocações para o trabalho costumam ser uma das partes mais stressantes do dia das pessoas, muitos procuram oportunidades de trabalhar em casa ou num escritório num local mais conveniente.

Benefícios

Apesar da pressão dos profissionais por trabalho flexível, um verdadeiro impulsionador da mudança foi o despertar das empresas ao ver os benefícios comerciais deste conceito.

A pesquisa do IWG sobre o espaço de trabalho constatou que os empregadores reconhecem cada vez mais os benefícios dos seus negócios ao oferecer estratégias de trabalho flexíveis aos seus funcionários. Nove em cada 10 (89%) acreditam que ajuda os seus negócios a crescer, 87% veem isso como um aumento da sua competitividade e 82% dizem que melhora a produtividade.

Da mesma forma, atrair e reter os melhores talentos está diretamente alinhado ao sucesso de uma empresa. 80% dos líderes empresariais dizem que o trabalho flexível os ajuda a reter os melhores talentos e dois em cada três (64%) estão a oferecer trabalho flexível para ajudar nas estratégias de recrutamento.