Exposição sobre os sintomas invisíveis da Esclerose Múltipla esteve em Santarém e já tem novo destino no Alentejo

A exposição “A Minha Esclerose Múltipla Invisível” é uma exposição itinerante que apresenta 12 painéis sobre os sintomas invisíveis mais comuns da Esclerose Múltipla e que passam despercebidos à população no geral.

290

No dia 30 de setembro a exposição inaugurou na Loja do Cidadão de Santarém e onde permanecerá até ao dia 4 de outubro. A sua viagem vai continuar para a região do Alentejo, no distrito de Beja, que inaugura de 14 a 16 de outubro no Hospital José Joaquim Fernandes, seguindo para a Escola Superior de Saúde de Beja, entre 17 e 18 de outubro e termina entre 23 a 25 de outubro no Fórum Municipal de Castro Verde.

Os 12 painéis da exposição representam os sintomas desta patologia que por um lado são possíveis de atenuar e controlar e por outro podem provocar grandes constrangimentos na vida do doente e que têm impacto na sua qualidade de vida. Com o objetivo de sensibilizar e dar a conhecer esta doença à sociedade e os desafios que os doentes enfrentam, as associações de doentes – Associação Nacional de Esclerose Múltipla (ANEM), Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM), e Todos com Esclerose Múltipla (TEM) – uniram-se nesta iniciativa.

A exposição desde que inaugurou já passou por Lisboa, Algarve e Viseu, contando com centenas de visitantes. “Os visitantes dos vários locais por onde a exposição já passou têm apreciado as várias experiências que permitem ao cidadão comum perceber as principais dificuldades de um doente com Esclerose Múltipla” afirma o Presidente da SPEM, Alexandre Guedes da Silva.

A exposição conta com o apoio das farmacêuticas, Allmiral, Biogen, Merck, Novartis, Roche e Sanofi.