“O POSICIONAMENTO DO MILLENNIUM BIM TEM PERMITIDO AO BANCO GANHAR A CONFIANÇA E A PREFERÊNCIA DOS MOÇAMBICANOS”

Millenium bim é o banco mais premiado de Moçambique pela sua liderança no mercado em reconhecimento do trabalho que desenvolvem para com os seus clientes. José Reino da Costa, PCE do Millennium bim, explica tudo em entrevista.

694

Consideram que a vossa marca: Millennium bim, simboliza uma expressão de solidez e de resiliência. Ser Millennium bim é ter um compromisso com a sociedade, uma promessa de cumplicidade com os projetos de cada um. Neste sentido, como podemos contextualizar o nível de contributo em relação ao mercado de Moçambique?

O nosso posicionamento no mercado é de vanguarda. Apostamos forte em tecnologia e em inovação. Temos um compromisso com Moçambique e com os moçambicanos que passa, precisamente, por contribuir para o desenvolvimento do País a nível social, económico e tecnológico, fomentando em grande medida a inclusão financeira.

Trabalhamos com uma equipa de topo e estamos em todas as Províncias e Distritos do País. Oferecemos produtos e serviços personalizados a todos os nossos Clientes e promovemos uma relação de grande proximidade. Apoiamos fortemente o tecido empresarial, as Pequenas e Médias Empresas (PME) que representam mais de 90% do mercado.

E, obviamente, que também não somos indiferentes aos mega projetos do Gás Natural. Os projetos de Oil & Gas serão, certamente, os motores da transformação a curto e médio prazos, com o potencial de gerar efeitos multiplicadores na economia moçambicana e no desenvolvimento de cadeias de valor. Neste contexto, o nosso objetivo é concentrar a nossa atuação na prestação de serviços bancários de excelência à cadeia de valor em torno dos grandes projetos, nomeadamente, às empresas moçambicanas, posicionando-nos como parceiro e alavancando as nossas vantagens competitivas, dimensão relativa, solidez e eficiência. A acrescentar a tudo isto, somos um Banco preocupado com a Sociedade onde estamos inseridos. Temos vindo a implementar ao longo dos anos o Programa de Responsabilidade Social “Mais Moçambique pra Mim”, que chega já a muitos moçambicanos, desenvolvendo atividades e projetos no âmbito da educação, da cultura e do desporto.

Para além destes compromissos, que outros aspetos integram parte daquele que é o conceito do Millennium bim, de forma a garantir uma proximidade com a sociedade e cumplicidade com os projetos de cada um?

O Millennium bim aposta na bancarização e na inclusão financeira. Só assim conseguimos chegar a todos os nossos Clientes, em todos os Distritos do País. A solução de Mobile Banking do Millennium bim (Millennium IZI e Smart IZI para smart phones e IZI no Whatsapp) e a Rede de Agentes permite que os nossos Clientes realizem grande parte das transações financeiras com facilidade, em qualquer lugar, a qualquer hora e em qualquer tipo de telemóvel. No ano passado, atingimos um marco histórico alcançando mais de 40% da nossa base de Clientes como utilizadores ativos do IZI, tendo ultrapassado a marca dos 11 milhões de transações mensais neste canal. O Banco disponibiliza aos seus Clientes diversas plataformas digitais através do Internet Banking para particulares e empresas ou do Millennium IZI. Qualquer destas ofertas dispõe de um alargado número de funcionalidades.

Continuamos a investir em inovação, designadamente na oferta digital para proporcionar aos Clientes experiências digitais simples, mas de excelência, bem como trazer novos serviços utilizando canais digitais para as suas necessidades financeiras.

Considera que este nível de proximidade no relacionamento com o Cliente marca a diferença perante a denominada concorrência?

Sem dúvida. Somos o único Banco em Moçambique a estar presente em todas as Províncias e Distritos do País. Temos uma presença incomparável nas áreas rurais. Com uma rede de cerca de 200 balcões (cerca de 30% do sistema), complementados por cerca de 350 Agentes Bancários – Agentes Já Já –, o Millennium bim possui a maior rede comercial de Moçambique.

Afirmam-se como Banco Líder Nacional, com uma vocação natural para a inovação enquanto geradora de valor, aliada à qualidade de serviço. Sentem que esta liderança é desafiante quanto à responsabilidade que acarreta?

O Millennium bim é líder de mercado em número de Clientes, com mais de 1,8 milhões de Clientes, em termos de robustez, com um rácio de capital superior a 40%, e com capitais próprios praticamente o dobro do principal concorrente, em eficiência, mas também na área da inovação e na digitalização, com foco nas necessidades dos Clientes e na simplificação de processos internos. Continuamos empenhados em expandir os nossos serviços para chegar a todos.

É um desafio constante que transporta, sem dúvida, muita responsabilidade. Estamos conscientes disso e, por isso, trabalhamos afincadamente para mantermos a qualidade e os níveis de exigência.

Assumem-se como o “Banco de ontem que hoje se renova e amanhã surpreende”. De que forma é que esta procura constante pela inovação tem sido essencial no crescimento do Millennium bim no país?

O posicionamento do Millennium bim tem permitido ao Banco ganhar a confiança e a preferência dos moçambicanos. Os canais digitais do Banco estão a tornar-se cada vez mais importantes nos serviços que prestamos, o que confirma o compromisso do Millennium bim com a inovação e as novas tecnologias. Mais de 40% dos nossos Clientes utilizam ativamente os serviços digitais todos os meses. Para se ter uma ideia, 90% das vendas de serviços pré-pagos que oferecemos aos nossos Clientes são adquiridos através de canais digitais.

São considerados como uma identidade supranacional e globalizada que “corre diariamente” com a ambição de obter o reconhecimento internacional pela excelência na distribuição de produtos e serviços. Como, e que tipo de soluções eficazes são geradas para alcançar esta distinção?

Em quase 25 anos de vida, já fomos premiados quase 100 vezes, destacando-se vários prémios como melhor banco e como banco mais inovador. E isso não é obra do acaso. Projetamos soluções a pensar nos nossos Clientes, graças a uma equipa altamente profissional e empenhada. Hoje temos vários produtos no mercado que vieram, de facto, transformar a vida de muitas pessoas. Ainda em maio deste ano lançámos, uma plataforma que veio revolucionar a relação do Millennium bim com os Clientes e com os seus hábitos de consumo, permitindo reforçar ainda mais a nossa presença junto das populações. Fomos o 1º Banco em Moçambique, e um dos primeiros no continente africano e no mundo, a lançar uma plataforma de Mobile Banking que funciona no Whatsapp.

O reconhecimento internacional deixa-nos, obviamente, muito satisfeitos, mas é acima de tudo motivador para continuarmos a fazer mais e melhor.

Apostam na criação de valor em negócios bancários em mercados de elevado potencial, respeitando e contribuindo para o crescimento dos países onde estão presentes. No domínio da CPLP, de que forma é que o Millennium bim tem contribuído para o crescimento das relações e parcerias entre esses países?

Contribuímos com a promoção de financiamento de empresas para dinamizar trocas comerciais, reforçando, desde logo, ligações económicas. Ainda em abril, em conjunto com o Millennium BCP, lançámos a Linha Millennium Portugal – Moçambique. Uma linha de financiamento de 20 milhões de euros para dinamizar as trocas comerciais entre Portugal e Moçambique. Esta linha tem como objetivo fomentar o negócio internacional entre os dois países, proporcionando aos Clientes do Millennium bcp e do Millennium bim um canal privilegiado para a concretização dos seus negócios.

Considera importante esta cooperação mútua entre a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa? De que forma?

Claramente, fatores como a língua e as semelhanças culturais são muito importantes para o desenvolvimento do negócio entre os vários países, promovendo parcerias e impulsionando uma maior integração económica. A criação de linhas de crédito conduz a investimento e o investimento estimula a competitividade. Daí a importância de se criarem condições para que as empresas e os países possam concretizar negócios entre si, face ao potencial económico que a CPLP apresenta.

A performance do Millennium bim e a sua postura de responsabilidade perante a sociedade mereceram o reconhecimento de vários agentes económicos e sociais que voltaram a distinguir o Banco com bastantes premiações ao longo dos anos. Que medidas são adotadas pelo banco para obter reconhecimento?

Como já referido, o Millennium bim é de facto o Banco mais premiado de Moçambique. Esse reconhecimento é fruto de todo o trabalho que desenvolvemos, da nossa persistência para conseguirmos obter os melhores resultados e da nossa forte aposta na tecnologia e inovação, sempre focados no Cliente e na sua satisfação máxima com uma estratégia de crescimento sustentável e robustez.

Por outro lado, o Millennium bim sendo uma marca com grande responsabilidade em Moçambique, tem vindo a desenvolver ao longo dos anos um Programa de Responsabilidade Social, focado no desenvolvimento de projetos sustentáveis e que fazem a diferença, valorizando a vida e estimulando nos moçambicanos a capacidade de sonhar e de acreditar num futuro melhor.

Este ano foram distinguidos pela Global Finance – Best Bank Award 2019 com o prémio de “Melhor Banco de Moçambique 2019”, com base nos critérios: crescimento em ativos, rentabilidade, solidez e liderança. Qual a importância desta atribuição para o Millennium bim?

É sempre importante sermos reconhecidos pelo trabalho que desenvolvemos. Quando esse reconhecimento é tão criterioso e vem de organismos altamente credíveis só nos pode deixar ainda mais orgulhosos porque funcionam como um selo de qualidade e de excelência. Estes prémios são mérito de toda a equipa de 2500 Colaboradores, também eles orgulhosos e motivados por estas distinções. Ainda há poucas semanas fomos também galardoados como o prémio “Melhor Banco em Segurança de Informação e Prevenção de Fraude”, em todo o continente africano. Uma área de extrema importância nos dias que correm e que contribui, de forma decisiva, para captarmos a confiança absoluta dos nossos Clientes.