“DOU SEMPRE O MEU MELHOR, MANTENDO UMA ATITUDE MOTIVADA”

Para Deize Fonseca Serrano, Proprietária e Diretora Criativa da CNERGIA – Creativity for You, as mulheres têm vindo a provar, cada vez mais, a sua relevância no sucesso das empresas, embora ainda haja a necessidade de continuar a promover uma mudança na sociedade para que este desiderato seja uma realidade cada vez mais evidente. Saiba o que diz a nossa entrevistada sobre este tema.

Data:

Quando é que foi edificada a CNERGIA – Creativity for You e de que forma é que a marca tem vindo a promover uma dinâmica positiva e enriquecedora em prol do mercado e satisfação dos vossos clientes?

Em 2011, atravessava um momento menos bom na minha vida (falecimento do meu pai) e procurava encontrar um novo rumo, dez anos após o meu primeiro trabalho como designer gráfica. Então formadora na Etic_Algarve (Escola de Tecnologias, Inovação e Criação do Algarve), a vontade de fazer algo diferente e desafiante crescia dentro de mim. Nascia a CNERGIA, da vontade de criar uma marca dinâmica, multidisciplinar e portuguesa com soluções integradas do Algarve para o Mundo. Um projeto ambicioso, onde reuniram-se vários profissionais de várias áreas criativas, alguns deles formados na Etic_Algarve.

Na CNERGIA procuramos oferecer aos nossos clientes um atendimento diferenciado. Distinguimo-nos pela excelência na entrega, dedicação e transparência no que fazemos. Como parte integrante da nossa equipa, estabelecemos, com os nossos clientes, uma relação de proximidade e confiança nos nossos serviços.

Assumimos um papel responsável e consciente no que respeita a sociedade, contribuindo com o nosso trabalho. Exemplo disso são alguns projetos de carácter social, como o desenvolvimento da Imagem dos Eventos Outubro Rosa e novembro Azul, para o Brasil, o desenvolvimento da nova Imagem da Associação de Pais da Ameijeira Lagos (da qual faço parte como membro ativo) e, o mais recente, a nova Imagem do Centro de Formação Desportiva do Agrupamento de Escolas Gil Eanes, Lagos.

Quem é a Deize Serrano e que mais valias é que o seu estilo de liderança tem aportado à marca?

Essencialmente, sou uma mulher determinada a ser feliz e a proporcionar momentos felizes àqueles que amo. Ao longo dos anos e perante os vários desafios que a vida me apresentou, tornei-me mais flexível e versátil, adaptando-me às diversas circunstâncias. Sou mãe de coração cheio, consciente de que para educar o que é preciso é serenidade, paciência, carinho e, acima de tudo, muito amor.

Sou sonhadora, mas gosto de manter os pés bem assentes na terra. Otimista por natureza, estou sempre pronta a ajudar e odeio injustiças. Dou sempre o meu melhor, mantendo uma atitude motivada e um bom ambiente de trabalho.

No seu dia a dia, de que forma procura colocar em prática essas mesmas caraterísticas em prol de uma dinâmica equilibrada e positiva no domínio do bem-estar das equipas/recursos humanos da marca?

Procuro sempre ser o mais assertiva possível, defendendo as minhas ideias com vigor mantendo sempre o respeito pelo outro. Gosto de conhecer com quem trabalho, pois é importante sabermos o que de melhor um colega ou colaborador é capaz de fazer para que essa característica seja levada para o projeto e, dessa forma, obtermos os melhores resultados. Por isso, um bom ambiente, positivo e motivador e relações de proximidade são a chave de ouro no trabalho em equipa.

Existem diferenças entre uma liderança feminina e uma masculina ou a questão da importância do verdadeiro líder não pode ser resumida somente a questões relacionadas com o género?

Todas as lideranças são diferentes e únicas, independente do género. Mas, devo salientar que estamos numa era em que os valores femininos são mais valorizados e necessários. Precisa-se de um novo modelo de liderança, mais intuitivo e emocional, que ultrapasse o egoísmo, o preconceito e o medo do que é diferente – com mais empatia.

Olhando o panorama global, como é que vê hoje em dia as Mulheres e a sua preponderância no universo das empresas e dos negócios? Sente que evoluímos neste capítulo? O que ainda falta?

As mulheres têm vindo a provar que a sua presença como líderes melhora a performance das empresas. É notório o progresso sentido nesse campo. Mas, ainda há muito caminho a percorrer. É necessária uma mudança de paradigma por parte das empresas e da sociedade, onde se reconheça mais o valor da Mulher.

Ao longo do seu percurso enquanto profissional, alguma vez sentiu que o facto de ser Mulher lhe criou mais obstáculos? Se sim, como contornou os mesmos?

Sim. Reagi de forma profissional, dei o meu melhor, provando que era tão capaz quanto outra pessoa qualquer para executar determinado trabalho.

O Dia Internacional da Mulher comemorou-se no passado dia 8 de março. Que mensagem gostaria de deixar sobre a importância desta data?

Que todas as mulheres continuem a reivindicar os seus direitos e que lutemos por um Mundo mais justo.

Partilhar

Revista Digital

Revista Pontos de Vista Edição 117

Popular

Mais Artigos deste tipo

Royal Palace vai realizar uma festa alusiva ao Carnaval

A Royal Palace, marca conhecida por organizar a melhor...

Repsol incorpora nos seus combustíveis mais de 100.000 m3 de biocombustíveis em 2022

A Instalação da multienergética no Terminal de Líquidos de...

MB WAY simplifica os pagamentos autorizados e a gestão de subscrições

“O nosso investimento em soluções que acompanhem uma tendência...

Marina de Vilamoura recebe certificação 5 Gold Anchor Platinum

A Marina de Vilamoura anunciou, esta quinta-feira, num comunicado...