Texto e foto: NIT

A pandemia da Covid-19 obrigou o governo a contratar mais profissionais de saúde para reforçar o Sistema Nacional de Saúde (SNS). Ao todo chegaram 1864 profissionais. Os dados foram revelados no relatório sobre o segundo estado de emergência que foi aplicado em Portugal.

Segundo a agência “Lusa”, aqui citado pelo “Notícias ao Minuto”, chegaram ao SNS 76 médicos, 896 assistentes operacionais,  113 técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, 121 assistentes técnicos, 10 farmacêuticos, 618 enfermeiros e 27 técnicos superiores.

Estas contratações são em regime excecional. Os contratos têm a duração de quatro meses, podendo ser renovados por um período igual. Este relatório do governo é referente às medidas que foram aplicadas em Portugal entre 3 e 17 de abril.