ISQ DESENVOLVE SOLUÇÕES PARA OBTER PRODUTOS MAIS SUSTENTÁVEIS E RENTÁVEIS

É cada vez mais importante o desenvolvimento de produtos provenientes de fontes sustentáveis e amigos do ambiente.

256

O ISQ está a investigar e a aplicar metodologias com base na avaliação do ciclo de vida (ACV) e avaliação de custo de ciclo de vida (ACCV). O objetivo é criar produtos mais sustentáveis, com menor impacto ambiental e maior valor comercial, visando uma maior ecoeficiência e, logo, a promoção da economia circular.

Como resposta à crescente preocupação com o meio ambiente, o mercado “premeia” empresas que tenham como prática uma política de gestão ambiental, comprovando a sua preocupação com o meio ambiente. A Análise de Ciclo de Vida (ACV) está a tornar-se uma metodologia relevante na avaliação de desempenho ambiental. E para uma análise mais completa e estratégica, começam a serem estudadas maneiras de integrar a ACV com análises financeiras, como é a Análise do Custo do Ciclo de Vida (ACCV). Embora a ACCV seja usada como uma ferramenta de engenharia, constitui cada vez mais uma ferramenta de gestão para, por exemplo, análise de custos.

“No ISQ, desenvolvem-se novos produtos e processos, usando ACV e ACCV, para a indústria nacional e internacional, aplicáveis a diversos setores de atividade, caso da indústria alimentar (visando uma produção mais sustentável) ou a indústria automóvel (procurando o desenvolvimento de peças de chassis de automóveis mais leves a partir do desenvolvimento de um novo aço e de novo design, com benefícios ambientais e impacto na redução da energia na fase de utilização – combustível ou eletricidade- dos veículos). De realçar ainda a aplicabilidade à indústria aeronáutica, conseguindo-se o aumento da ecoeficiência de soluções de reparação de estruturas aeronáuticas com material compósito, materiais com capacidade de autorregeneração”, explica Pedro Matias, Presidente do ISQ.

Pedro Matias continua dizendo que “para além destes setores, as ACV e ACCV são também vantajosas nos setores da construção e da manufatura aditiva (impressão 3D). Podem, por exemplo, ajudar na criação de um ecossistema para produzir e testar novos materiais multifuncionais leves com recurso a nano-materiais”.
No fundo, as atividades de ACV e ACCV visam apoiar a decisão, cobrindo desenvolvimentos de vários sectores industriais, sendo o resultado a obtenção de produtos com menor impacto ambiental e maior valor comercial, promovendo-se assim a ecoeficiência.

Alinhado com a estratégia europeia do Green Deal, o ISQ tem um papel fundamental no apoio ao desenvolvimento de produtos mais ecoeficientes, capazes de gerar valor com uma menor pegada ambiental, provando que o crescimento económico pode ser desassociado do uso de matérias primas e demonstrando que um produto em fim de vida detém um valor material que pode ser recuperado, alavancando a economia circular.