CESCE Portugal avalia positivamente o apoio do Estado Português às empresas, através dos seguros de crédito

• O valor garantido pelo Estado português para as operações de seguro de crédito contratados pela CESCE ascende a 71.250.000 euros e será aplicado às exportações para os países da União Europeia e da OCDE que se realizem até 31 de dezembro de 2020.

662

A companhia CESCE avalia positivamente o protocolo de seguros de crédito com garantia do Estado português, aprovado recentemente, e com o qual as companhias poderão emitir apólices com garantia pública, para ajudar as empresas exportadoras na actual conjuntura económica.
No caso da CESCE, uma das companhias que conta com este apoio público, o valor garantido pelo Estado para a seguradora é de 71.250.000 euros e será aplicado às exportações para os países da União Europeia e da OCDE realizadas até 31 de dezembro de 2020.
Os nossos Segurados poderão beneficiar de uma cobertura de risco de crédito adicional, garantido pelo Estado Português, para operações de exportação para clientes situados em países da OCDE, nos casos em que a Seguradora não tenha concedido classificação pela totalidade do valor solicitado.

Segundo Rita Lacerda, diretora geral e country manager da CESCE Portugal, “ Em plena fase de reconstrução e recuperação, este tipo de medidas são como um balão de oxigénio para milhares de empresas que, agora mais do que nunca, necessitam de apoio económico e financeiro que lhes permita evitar riscos e superar a paralisia económica provocada pela pandemia de COVID-19”.
Esta linha de apoio é fundamental para impulsionar a recuperação do tecido empresarial através do seguro de crédito, um instrumento com o qual a companhia CESCE trabalha há quase 50 anos e que proporciona impulso, segurança, garantias e dinamismo às operações comerciais.