“TRABALHAMOS EM PARCERIA PORQUE JUNTOS SOMOS MELHORES”

Ter um parceiro de prestígio, confiança e rigor é, cada vez mais, fundamental no universo dos negócios. Escolher esse parceiro nunca é um processo simples, mas existem alguns presentes no mercado que perpetuam essa dinâmica de valor e diferenciação positiva. Neste sentido fomos conversar com Raquel Mota Pinto, CEO da RMP – Management Partner, uma marca que acredita no trabalho em parceria, na união de forças em prol de um determinado desiderato, sem nunca esquecer que na RMP, compromisso, lealdade e proximidade são pilares dos quais nunca se abdica.

400

A RMP – Management Partner assume-se como um parceiro de excelência no âmbito da gestão e organização do negócio. No sentido de contextualizar o nosso leitor, de que forma é que a marca tem vindo a promover uma dinâmica de propostas de valor em prol dos vossos clientes?
A RMP Management Partner, promove a oferta das melhores soluções adaptadas às necessidades específicas dos nossos parceiros. Tal adaptação vai gerando ao longo dos anos muita cumplicidade permitindo antecipar as necessidades e as soluções ideais para os objetivos de cada negócio. Na definição da estratégia de atuação vários fatores são tidos em conta: tipo de negócio, perfil do empresário, caraterísticas da equipa dentro do parceiro e como não poderia deixar de ser os seus valores. Acompanhamos os nossos clientes, que denominamos de parceiros, em todos os momentos.

É legítimo afirmar que na RMP cada cliente é um cliente, ou seja, conseguem oferecer propostas e soluções devidamente personalizadas, fugindo assim ao modo standard? Essa é porventura uma das nossas mais valias, ou seja, simplificar, antecipar e organizar propostas mediante as necessidades e exigências dos vossos clientes?
Cada parceiro tem necessidades específicas. A mesma atividade gerida por pessoas diferentes tem necessidades distintas. Na RMP Management Partner valorizamos a necessidade do parceiro. Nesse sentido sempre que apresentamos uma proposta para uma eventual prestação de serviço ela é moldada à necessidade e expetativa de cada parceiro contextualizando a história e o cenário atual. Trabalhamos em parceria desde o início porque acreditamos que juntos somos melhores.

De entre os vossos diversos serviços, a vertente da contabilidade é um dos principais da marca. Quão importante é esta vertente da contabilidade e dos seus ramos no domínio da gestão de um determinado negócio?
O papel do Contabilista Certificado assume um caráter relevante na organização de cada negócio pois o output da informação contabilística e fiscal vai garantir a fiabilidade da informação. Essa fiabilidade é essencial para no desenvolvimento do negócio as tomadas de decisão serem atempadas e fundamentadas. O know how do Contabilista Certificado, complementado por uma equipa multidisciplinar com formação específica e suportados pela disponibilização regular de informação, são as melhores ferramentas de apoio à gestão de um negócio. Uma informação contabilística fiável auxilia nas diversas decisões que a empresa tem de tomar, tanto a nível interno como externo. A fiabilidade é ainda uma garantia para os stakholders que se relacionam com a entidade.

No dia 21 de setembro comemorou-se o Dia Nacional do Contabilista, uma profissão nobre e fundamental para o país. Sente que esta profissão e estes profissionais são devidamente reconhecidos na praça pública em Portugal?
A profissão de Contabilista Certificado tem vindo, ao longo dos anos, a evoluir e a especializar-se. A evolução tecnológica e a elevada qualificação dos profissionais têm permitido dedicar mais tempo à consultoria para os negócios e à gestão. O Contabilista Certificado é um consultor experiente e abrangente. Consideramos que estamos perante uma mudança de paradigma em que está a ocorrer um reconhecimento da sociedade por esta profissão de interesse público. O atual Executivo da Ordem dos Contabilistas Certificados, na nossa opinião, em muito tem contribuído para este reconhecimento na sociedade.

Hoje vivemos num mundo «novo», fruto da pandemia da COVID-19 e que aportou um conjunto de dificuldades económicas e sociais. Sabendo das dificuldades que esta pandemia provocou no universo empresarial, é legítimo afirmar que o papel do contabilista e de marcas como a RMP ganharam um novo fôlego e uma dimensão superior pois estão mais próximos dos problemas das empresas?
Na RMP Management Partner existe uma comunicação constante com os nossos parceiros, nomeadamente através de reuniões mensais com os órgãos de gestão. Desde o início da pandemia acompanhamos todas medidas que foram publicadas e fizemos uma análise crítica, parceiro a parceiro, no sentido de cada um tirar o melhor partido das mesmas. Tudo feito obviamente em tempo útil. Mais uma vez, neste contexto conturbado, a equipa da RMP superou-se no apoio a todos os parceiros e os mesmos reconheceram o mérito dos serviços prestados e do apoio incondicional da nossa equipa.

Na vossa relação com o Cliente, disponibilizam ferramentas que visam a organização, sistematização e uniformização dos processos operacionais. De que forma o perpetuam e qual a importância da inovação na vossa dinâmica e orgânica? Sentem que são hoje uma empresa bem preparada do ponto de vista da inovação e tecnologia?
Na RMP disponibilizamos aos parceiros, com a regularidade por eles definida no contrato de prestação de serviços, os instrumentos de gestão para a tomada de decisão. Para além da informação normal, como é o caso de balancetes, balanços e demonstrações de resultados, disponibilizamos outras ferramentas, como é o caso da demonstração dos fluxos de caixa e também uma estimativa de resultados e impostos para que o empresário possa tomar decisões. Somos uma empresa que investe na formação contínua dos colaboradores, até porque esse ponto é fundamental para nós, ou seja, para podermos continuar a oferecer serviços completamente integrados e providos de valor e conhecimento.

Este setor da gestão, organização e contabilidade em Portugal soube readaptar-se às novas tecnologias e à inovação em prol de dinâmica e contributo ao mercado mais eficaz?
Estamos na Era Digital da Contabilidade e a RMP Management Partner preparou-se antecipadamente para novos desafios e já está tecnologicamente apta a disponibilizar todas as soluções disponíveis no mercado.

Estão mais direcionados para pequenas e médias empresas, sendo estas as principais penalizadas pelas dificuldades provocadas pela pandemia da COVID-19. Que conselho deixaria às mesmas no sentido de perceberem a importância de terem um parceiro que as apoie como a RMP?
A RMP tem o serviço direcionado para Micro, Pequenas e Médias Empresas. No âmbito dos desafios provocados pela pandemia, as organizações têm de estar particularmente atentas a todas as alterações e apoios que existem e possam ser enquadráveis. É aqui que a RMP se distingue da concorrência, pois conhecendo o negócio do parceiro, conseguimos rapidamente verificar se o mesmo é enquadrável em alguma medida e assim garantir que consegue obter os melhores apoios disponíveis para o seu negócio. O conselho é, Reinventem-se!

O que podemos continuar a esperar por parte da RMP – Management Partner para o futuro? Que desafios podemos esperar da vossa parte?
Da RMP podem continuar a esperar a prestação de serviços de qualidade. Garanto que a RMP terá uma equipa altamente qualificada e que tudo faremos para conseguir alavancar os negócios dos nossos parceiros.