52% DOS PORTUGUESES ADIARAM OS SEUS PROJETOS

A pandemia está a ter um impacto devastador para os profissionais do setor terciário.

392

Um inquérito realizado pela Fixando a cerca de 1000 pessoas durante o último mês, revelou que 1 em cada 2 portugueses adiou os seus projetos devido à pandemia, projetos estes avaliados em média na ordem dos 986€. O adiamento destes planos reflete consequências devastadoras para os profissionais do sector dos serviços, com 8% dos prestadores a alegar que a quebra nos rendimentos é a maior dificuldade que estão a enfrentar.

A maioria destes projetos estavam principalmente relacionados com a casa (37%), seguindo-se dos eventos (24%), e do bem-estar (21%).

Com 52% dos inquiridos a cancelarem ou adiarem projetos, estes revelam que os grandes motivos foram a quebra nos rendimentos (44%), considerar que é inconsciente gastar dinheiro neste momento, devido à incerteza em que se vive (21%), a sensação de insegurança ao estar em contacto com os profissionais (20%) e o despedimento (14%).

32% dos profissionais do setor terciário contam ainda que consideram as novas medidas de combate à pandemia extremamente prejudiciais para o setor, sendo que as barreiras que encontram neste momento são a quebra nos rendimentos, a quebra na procura, a falta de confiança e segurança por parte dos clientes, e o abrandamento na movimentação devido ao teletrabalho.