Erik Brits, aluno do The Lisbon MBA International é o vencedor da competição Triple P – Pitch Perfect Performance

The Lisbon MBA Católica | Nova organizou a décima primeira competição da iniciativa Triple P (Pitch Perfect Performance), que desafia os estudantes do Programa The Lisbon MBA International a apresentarem um trabalho que revele as suas competências pessoais e profissionais diferenciadoras. São parceiros desta iniciativa a Amrop e a Sonae.

256

O vencedor da edição deste ano é Erik Brits que recebe como prémio, uma proposta de trabalho na Sonae. Na edição deste ano, estiveram presentes, no total, 17 alunos do The Lisbon MBA International, sendo que três passaram à fase final que culminou em entrevistas individuais com representantes da Sonae.

“No The Lisbon MBA, desenvolvemos ao longo do Programa, tantas competências e áreas de conhecimento diferentes que, por vezes, é difícil controlar o quanto crescemos. A competição Triple P apresentou uma plataforma incrível de autorreflexão, para nos ajudar a decidir onde a nossa nova versão se encaixa no mundo, e obter feedback sobre essa ideia. Também apreciamos o tempo que a Sonae dedicou a mostrar-nos os conceitos que temos vindo a estudar ao longo do ano, aplicados a um negócio tão relevante. Para mim, como empresário, esta competição representou também uma oportunidade importante para provar se as ideias de negócios que tive ao longo dos anos em que trabalhei sozinho fariam sentido num ambiente mais formal”, referiu Erik Brits.

A competição Triple P é precedida por uma apresentação da Sonae, que orienta os alunos para a área e função na qual gostariam de trabalhar. Os alunos terão ainda de convencer o júri durante a apresentação sobre as razões da sua escolha, de forma a serem contratados.

Esta é uma grande oportunidade para os estudantes praticarem o seu pitch pessoal mostrando quem são, como se diferenciam e qual o valor acrescentado que podem levar às organizações, de se colocarem na posição de ganharem visibilidade perante uma das melhores empresas mundiais de Executive Search and Leadership, a Amrop, e de poderem ser contratados por uma das principais empresas para se trabalhar em Portugal, e com presença internacional, a Sonae.

João Günther Amaral, Chief Development Officer da Sonae, comentou: “É com grande satisfação que chegamos ao fim de mais uma edição do Triple P. Ao longo das várias sessões, tivemos a possibilidade de dar a conhecer a Sonae e os seus negócios, e, em simultâneo, conhecer e potenciar o desenvolvimento de uma pool de talento com experiências pessoais e profissionais muito diversificadas. Sendo esta iniciativa parte integrante do ciclo de gestão de talento da Sonae, insere-se num conjunto de ações que desenvolvemos nas melhores faculdades do país, com o objetivo de identificar e atrair o melhor talento para as nossas empresas. Esta é, sem dúvida, uma oportunidade de networking entre os alunos do The Lisbon MBA Católica|Nova e a Sonae, na qual faço questão de participar pessoalmente e de me envolver na identificação de oportunidades para estes líderes do futuro”.

Por seu lado, Maria da Glória Ribeiro, Managing Partner da Amrop, declarou: “Desde a criação do The Lisbon MBA, que a ligação entre a Amrop e este programa de educação executiva de topo tem sido contínua a vários níveis. A presença e apoio da Amrop sempre se fez notar através de diversas iniciativas que visam promover e potenciar o crescimento dos alunos face ao mercado, à sociedade, às organizações e aos seus líderes. Temos acompanhado o desafio de potenciar ao máximo a capacidade dos alunos e ajudá-los a crescer e a desenvolverem-se enquanto líderes. Congratulamos Erik Brits pelo fantástico trabalho realizado, e a quem desejamos os maiores sucessos no futuro”.

Maria José Amich, diretora-executiva do The Lisbon MBA, refere: “No The Lisbon MBA, a proximidade ao mundo corporativo é uma constante nos nossos programas de MBA, sejam nas aulas ou nas iniciativas do departamento de carreiras. Destacamos a competição Triple P, fruto da parceria com a Sonae, Amrop e o Expresso, onde os nossos alunos competem entre si, num “elevator pitch”, apresentando os seus conhecimentos e competências-chave para a função para a qual estão a candidatar-se no universo Sonae. Pela sua vez, esta iniciativa permite à Sonae e à Amrop, avaliar o talento dos alunos de MBA na captação de potenciais líderes para a sua organização e clientes, respetivamente”.