“O POLO TRARÁ MUITAS MAIS-VALIAS POIS SERÁ UM CENTRO DE INOVAÇÃO, FORMAÇÃO E CONHECIMENTO”

Ao longo de 11 anos de excelência no mercado, a Crossjoin está hoje (bem) consolidada em Portugal e não só. Este crescimento conduziu à necessária criação do Polo Tecnológico que, segundo João Modesto, CEO da empresa, permitirá “uma maior capacidade de resposta aos desafios dos nossos clientes”. Contudo, não só o clientes aqui importam. Este novo espaço foi inspirado na identidade e necessidades dos colaboradores – os que contribuem diariamente para o sucesso efetivo da Crossjoin.

227

Fundada em 2009, a Crossjoin é uma empresa de consultoria em tecnologia composta por uma equipa especializada e presente em diversos países. Com onze anos completados em dezembro de 2020, como nos pode descrever aquele que tem sido o percurso de excelência da empresa. Quais considera terem sido os marcos mais importantes para o sucesso da mesma?
É um orgulho poder afirmar que a Crossjoin tem tido um percurso de sucesso ao longo destes 11 anos de existência, contando já com uma presença consolidada em Portugal e em diversos países.
O facto de sermos pioneiros no mercado global em “IT-Control” e líderes na gestão de otimização de sistemas e manutenção dos mesmos permitiu que acrescentássemos valor devido ao facto de estarmos muito avançados em termos de competências, tecnologias, ferramentas e procedimentos. Assim como uma ampla experiência e know-how nas áreas de Performance, Infraestrutura e Desenvolvimento reconhecida pelos nossos clientes.
A Crossjoin tem inúmeras referências de sucesso na entrega de um serviço único com elevados padrões de resiliência, assegurando um perfeito alinhamento entre o negócio e o IT dos nossos clientes e parceiros. A nossa tração no mercado global e a nossa oferta em termos de excelência nos mais diversos setores juntamente com uma vasta rede de contatos, leva-nos a conquistar novos mercados com extrema facilidade.
Temos, também, uma equipa de especialistas com um domínio em todas as tecnologias e ferramentas que nos permite responder aos desafios com sucesso. O modo como atuamos “Perform to Perfection” faz com que os nossos clientes saibam que somos resilientes, focados e que entregamos a solução e um serviço com perfeição e com elevados níveis de qualidade, competitividade e redução de custos. Apostamos bastante na formação dos nossos talentos e queremos contratar mais elementos para se juntarem à nossa equipa e aumentar a nossa resposta.
Estes são alguns dos marcos que considero que têm contribuído para o nosso sucesso.

Tendo como objetivo entregar soluções “out of the box”, a Crossjoin tem especialistas em otimização de sistemas de informação, desenvolvendo novas ferramentas com o objetivo de dar resposta às necessidades dos clientes. Para melhor entender, que soluções inovadoras e inteligentes estamos a falar?
Estamos a falar de soluções e ferramentas recorrendo às tecnologias de Big Data e Machine Learning que nos permitirá ser ainda mais competitivos e eficientes. Um exemplo desta aposta é o nosso produto X-Viewer, criado 100% in-house. É uma solução altamente competitiva de monitorização das implementações de IT, adapta-se e desenvolve-se para responder aos desafios mais exigentes de cada empresa.

Podemos afirmar que a eficácia das soluções Crossjoin estão diretamente ligadas à constante inovação?
À constante inovação, aprendizagem e aposta nos nossos talentos. Quando falamos em inovação, não podemos deixar de falar das nossas pessoas, pois sem eles não há inovação. Temos apostado fortemente na nossa equipa e por isso criámos o nosso novo Polo Tecnológico. Um Polo de inovação que tem como objetivo disponibilizar as soluções mais inovadoras do mercado, fornecendo um conhecimento profundo sobre tecnologias e ferramentas mais recentes.

O crescimento do negócio nacional e internacionalmente, levou a Crossjoin a marcar a década de existência com a abertura do novo Polo Tecnológico. Que novidades apresenta este novo local?
O nosso crescimento levou, de facto, à criação deste Polo Tecnológico que permitirá uma maior capacidade de resposta aos desafios dos nossos clientes, aumentando a nossa equipa e reforçando os nossos quadros com as melhores competências na nossa área de atuação. Vamos disponibilizar mais recursos para responder aos desafios e projetos.
É um espaço que foi inspirado na identidade da Crossjoin e nas necessidades dos nossos colaboradores. Ouvimos primeiro a nossa equipa, quisemos saber o que consideravam essencial neste novo espaço. Queremos proporcionar a melhor experiência aos nossos colaboradores, um espaço de harmonia, conforto e bem-estar.
Para além de um espaço amplo, com excelentes equipamentos, uma decoração que transmite a nossa identidade e os nossos valores, teremos em breve um espaço de relaxamento, sala de jogos e um anfiteatro.
Optámos por materiais sustentáveis na arquitetura e construção do Polo, pois a diminuição da nossa pegada ecológica tem sido uma preocupação nossa e é um desafio que abraçamos para os próximos anos.

Afirma que “o Polo transmitirá a identidade da Crossjoin e respirar-se-á tecnologia”. A quem se destina essencialmente?
Destina-se aos nossos talentos da Academia e do nosso Centro de Competências nearshore. O nosso Polo vai assegurar e potenciar a excelência da nossa Academia, formando os nossos talentos para integrarem o nosso Centro de Competências que garante o total suporte na concretização dos mais diversos projetos.

Sendo reconhecida e notoriamente recompensada pelo seu esforço, competência e mérito, a Crossjoin tem desde sempre um plano bem definido. Contudo, a pandemia da COVID-19 chegou sem avisar e com ela as mais diversas consequências. Assim, e sabendo que foi das primeiras empresas a promover o remote work, que mais-valias trará este novo Polo na conjuntura atual?
É verdade, fomos das primeiras empresas a implementar o remote work. Antes da covid-19 já tínhamos lançado o programa Flex Place e Flex Time, no contexto do branding “We Create Time”. Promovemos uma organização Self Management com objetivos bem definidos e com uma equipa extremamente colaborativa.
Desde o início da pandemia que ainda não voltámos aos escritórios e só o iremos fazer quando nos sentirmos seguros respeitando as regras da Direção-Geral de Saúde. O Polo trará muitas mais-valias pois será um centro de inovação, formação e conhecimento.
Na conjuntura atual, será um espaço agradável e inspirador, onde os nossos Kenshis do IT convivem e podem realizar reuniões esporádicas que exigem trabalhos criativos de grupo com condições físicas que superam as conference calls.
Somos uma empresa que valoriza bastante os nossos ativos e acreditamos que é importante convivermos para uma maior coesão de equipa e de identidade corporativa. Como CEO, orgulho-me de conhecer bastante bem toda a minha equipa e por isso acreditamos que devemos manter o contacto presencial.

Que outros projetos tem já em mente para o ano que acaba de começar? Será lançado algum novo serviço ou produto igualmente inovador?
Felizmente estamos a começar o ano com vários projetos nas nossas três áreas de atuação, a performance, infraestrutura e desenvolvimento. Prevemos um crescimento de negócio em Portugal, mas também a nível internacional. Vamos iniciar um projeto pela primeira vez no Panamá e por isso será um ano bastante promissor.
Em 2021 continuaremos a apostar e a investir no nosso produto X-Viewer e na nossa Academia.

Face à comemoração do 11º aniversário da Crossjoin, gostaria de deixar uma mensagem aos parceiros e amigos que contribuem diariamente para o êxito da empresa?
Ano após anos temos vindo a crescer, somos reconhecidos como PME líder e PME Excelência, entrámos no ranking das 500 empresas de tecnologia de crescimento mais rápido da EMEA, e estamos presentes praticamente em todos os continentes.
Estas conquistas devem-se à confiança e reconhecimento dos nossos parceiros e clientes e à dedicação dos nossos colaboradores. Um muito obrigado a todos que contribuem para que a Crossjoin possa fazer a diferença no dia a dia de todos nós, pois cada milissegundo conta para que a tecnologia melhore as nossas vidas.