“O BIM PERMITE ECONOMIZAR CUSTOS, CRIAR PROJETOS MAIS PRODUTIVOS E CONSTRUIR COM MAIS RAPIDEZ”

A plataforma BIMobject possui uma característica única e diferenciadora no mercado: reúne a maior “biblioteca de objetos BIM para construção do mundo”. Quem o diz é Leide Vianna, Account Execcutive da mesma e que, entre outros temas, nos explica o motivo pelo qual esta ferramenta é crucial para o futuro de um setor mais eficaz e sustentável.

141

O BIMobject é um mercado global para a indústria da construção. Fornecem sobretudo inspiração de design e informações de produtos digitais para arquitetos e engenheiros, ao mesmo tempo que oferecem aos fabricantes de produtos de construção uma melhor forma de alcançá-los, influenciá-los e entendê-los. No fundo, que aspetos diferenciadores realçam a marca num mercado que é, cada vez mais, competitivo?
Ao contrário de outros sites, o BIMobject é uma plataforma técnica que reúne a maior biblioteca de objetos BIM para construção do mundo. Somos o site de referência para todos os profissionais que já trabalham com essa metodologia. E é por isso que mais de 2.000 fabricantes confiam em nós. No ano passado duplicámos o número de fabricantes portugueses na plataforma, também com resultados muito bons. Marcas como Zagas ou Animovel são agora líderes em downloads em todo o mundo.

O mundo vive atualmente a maior urbanização da história da humanidade. Este mundo, organizado por arquitetos e engenheiros, tem confiado no BIMobject para encontrar os produtos certos para os seus projetos. Que recursos e funcionalidades a marca disponibiliza?
Hoje, o projeto de construção é digital. Com o cancelamento de feiras e eventos do setor, o nosso papel é mais importante do que nunca. O BIMobject reúne uma ampla gama de produtos reais de forma clara e estruturada. Conectamos fabricantes com mais de dois milhões de prescritores, aumentando a visibilidade, o tráfego e o posicionamento da marca no mercado. O BIMobject é o ponto de conexão virtual entre fabricantes e profissionais da AECO.

Ao mesmo tempo, a construção representa uma ameaça ambiental. Estima-se que prédios e construções são responsáveis por 40 por cento das emissões mundiais de dióxido de carbono relacionadas com a energia. Contudo, o BIMobject acredita que existe uma melhor maneira: o BIM – Building Information Modeling. Para melhor entender, como funciona este processo no mundo da construção?
O BIM está a popularizar-se mundialmente. Muitos países europeus já o exigem para licitações públicas. Os motivos são claros: o BIM permite economizar custos, criar projetos mais produtivos e construir com mais rapidez, acabando por gerar um modelo digital idêntico ao da obra acabada. Erros de cálculo, colisões e interferências podem ser detectados na fase de projeto, evitando custos e desperdícios derivados desses erros.

De que forma esta revolução tecnológica irá fazer a diferença no futuro?
Os nossos usuários garantem que o BIM lhes permite economizar tempo, custos e melhorar a qualidade das propostas. Com um modelo BIM é possível prever e minimizar a pegada de CO2 do projeto e o desempenho energético do edifício. Cada vez mais os critérios de sustentabilidade são exigidos na construção e o BIM é a fórmula para responder a esses pedidos. Os fabricantes que já possuem objetos BIM têm uma vantagem competitiva muito importante: ser parte ativa desta revolução, permitindo que façam parte de projetos atuais e futuristas.

O BIM, é uma “modelação digital” partilhada em plataformas com arquitetos e engenheiros a trabalhar em sintonia, minimizando desvios entre projeto e construção. Será este o ponto de viragem para o futuro do setor mais sustentável?
Sim claro. O BIM (Building Information Modeling) não é apenas sobre design digital, mas sobre como gerir informações de forma mais eficaz. Com o BIM, é criado um espaço de trabalho colaborativo na nuvem, onde todos os agentes do processo trabalham de forma conectada e com maior transparência. Nenhum dado é perdido e todas as informações são incluídas e geridas no mesmo modelo, desde a fase de projeto até à manutenção do edifício. A digitalização permite-nos construir de maneira mais inteligente, sustentável e rápida.

No próximo dia 22 de abril, às 17:00, Leide Vianna e Cláudia Antunes, de StratBIM, irão oferecer um BIM MasterClass gratuito para fabricantes de construção. Pode saber mais aqui: https://www.bigmarker.com/bimobject/BIM-MasterClass?utm_source=pontosdevista&utm_medium=native&utm_campaign=tsac-21-Q1&utm_term=webinar-1&utm_content=textlink-a