“NINGUÉM ESTÁ SOZINHO NESTE GRUPO”

O Grupo Healthways nasceu em 2006 para dar voz ao apreço pela dignidade da vida humana e à prestação de cuidados de excelência em termos técnicos e humanos, com total sentido de responsabilidade. Constança Dias Ferreira é, atualmente, General Manager da marca e, segundo a própria, o que a move é garantir que todos os que lá trabalham se sintam bem e concretizados.

165

Interessa compreender primeiramente quem é a Constança Dias Ferreira. O que nos pode contar sobre o seu percurso?
Natural de Coimbra, licenciei-me em Direito pela Universidade Católica Portuguesa de Lisboa e é entre as duas cidades que vivo atualmente. Desde cedo tomei consciência de que o meu futuro passaria pela carreira empresarial, o que se veio a verificar logo no início da minha vida profissional, apesar de, na altura, ter sido numa área diferente da que me encontro neste momento. Embora reconheça que a minha formação base foi e tem sido essencial para o meu percurso, senti necessidade de adquirir conhecimentos de gestão, e as funções que fui assumindo assim o exigiam, o que me levou a dirigir o focus da formação para essa área e, mais recentemente, especificamente em gestão da saúde.

Atualmente exerce a função de General Manager na Healthways – um grupo que nasceu em 2006 com o propósito de desenvolver a sua atividade, essencialmente, no âmbito dos meios complementares de diagnóstico, nomeadamente Imagiologia, Cardiologia, Gastroenterologia e Análises Clínicas. Como é pertencer e representar uma marca que visa melhorar as condições de saúde e da qualidade de vida das populações?
Representa uma grande responsabilidade. Estamos sempre a falar de pessoas e para pessoas. É difícil não causarmos impacto na vida dos que nos procuram e temos essa consciência. Por outro lado, sendo o nosso core os meios complementares de diagnóstico, é extremamente gratificante saber que podemos marcar positivamente as suas vidas.

A Healthways desempenha assim um papel decisivo na medicina preventiva e contribui para incrementar a performance da medicina. De que forma tem mantido um nível de qualidade de serviços nas diferentes áreas onde atua?
Felizmente a saúde está em constante evolução e nós temos conseguido não só acompanhar como contribuir para o seu desenvolvimento. A qualidade dos nossos serviços resulta de uma combinação multidisciplinar, desde a ética e profissionalismo do corpo clínico, a qualidade dos equipamentos, o cuidado no atendimento e um grande sentido de compromisso de todos os que fazem parte do Grupo Healthways.

Todos nós somos movidos diariamente por algo que nos fascina ou pelo desejo de querer concretizar um objetivo particular. Assim, qual tem vindo a ser o seu estímulo diário ao longo da sua carreira profissional? O que a move?
Evidentemente, a liderança de uma empresa, ou de um grupo empresarial, não pode dissociar-se do intento de retorno do investimento. Porém, esse não é o seu exclusivo propósito. A mim move-me garantir que as pessoas se sentem bem a trabalhar connosco e refiro-me a médicos, enfermeiros, técnicos, administrativos, fornecedores, parceiros e todos os que connosco colaboram ou com quem temos o privilégio de poder contar. Ninguém está sozinho neste Grupo. É importante que todas as perspetivas sejam consideradas, estarmos abertos a receber feedback construtivo, clarificar expectativas e certificarmo-nos de que damos resposta, definimos objetivos e que efetivamente direcionamos a organização para os atingir.

Por fim, que outros projetos gostaria de ver desenvolvidos pela Healthways e que desafios se impõem atualmente à prestação de cuidados de excelência em termos técnicos e humanos?
Vivemos tempos extremamente exigentes. Felizmente, isso não nos tem impedido de criar ferramentas que nos permitem enfrentar novos desafios. Estamos empenhados em apostar na expansão territorial e na criação e desenvolvimento da Academia Healthways, tendo consciência de que a melhoria em termos de processos e desenvolvimento tecnológico quer-se contínua e, acima de tudo, estruturada.