Inovadora terapia transcateter para reparar válvula cardíaca acaba de ser lançada em Portugal

A Edwards Lifesciences acaba de anunciar, por ocasião do Congresso Português de Cardiologia, o lançamento, em Portugal, do sistema de reparação de válvulas transcateter da Edwards PASCAL, uma nova opção de tratamento para doentes que sofrem de regurgitação da válvula mitral.* 

204

A regurgitação da válvula mitral é uma das formas mais comuns de doença valvular cardíaca, afetando mais de 10% da população com mais de 75 anos. Trata-se de uma doença grave e se não for tratada de forma eficaz implica má qualidade e mesmo risco de vida para os doentes. 

“Até recentemente, para além da medicação, que é muito importante, a cirurgia era a única opção de tratamento para doentes que sofriam de regurgitação grave da válvula mitral. No entanto, cerca de 50% dos doentes não são encaminhados para cirurgia de coração aberto, devido ao seu elevado risco cirúrgico, não sendo tratados. As terapias de reparação da válvula mitral por catéter, como o sistema de reparação PASCAL em que somos pioneiros, abrem um novo capítulo no tratamento da doença. Os doentes podem agora beneficiar de tratamentos minimamente invasivos, saindo do hospital num par de dias, voltando rapidamente às suas vidas”, refere o Dr. Manuel Almeida, Diretor da UNICARV Unidade de Intervenção Cardiovascular, do Hospital Santa Cruz (Lisboa).  

A regurgitação ou insuficiência da válvula mitral consiste na fuga de sangue através da válvula mitral, cada vez que o ventrículo esquerdo se contrai. Esta fuga pode causar vários sintomas, tais como falta de ar, palpitações cardíacas e fadiga. Muitas vezes, estes sintomas são interpretados pelos doentes como sinais normais de envelhecimento, impedindo-os de consultar os seus médicos.

Com o sistema de reparação PASCAL, a válvula afetada pode ser reparada sem a necessidade de parar o coração nem de abrir o peito. O procedimento é feito inserindo um longo e fino cateter através de uma pequena incisão na virilha e guiado até ao coração para reparar a válvula. Uma vez no local, a reparação é efetuada implantando um dispositivo de uma malha muito leve, que prende suavemente os folhetos, preenchendo a área do orifício regurgitante e reduzindo a fuga de sangue através da válvula mitral.

Os primeiros resultados a um ano do estudo CLASP realizado com este sistema de reparação mostraram uma redução significativa na gravidade da regurgitação mitral, com 100% dos doentes a atingirem um nível de sucesso**. A implantação bem-sucedida foi conseguida em 95 por cento dos casos.

O sistema de reparação PASCAL é uma das técnicas de reparação ou substituição transcateter desenhadas para lidar com doenças valvulares cardíacas pela Edwards. Representa o culminar de mais de 20 anos de inovação no desenvolvimento desta nova plataforma, um avanço importante para os doentes. A empresa apresenta uma longa história de conhecimento, experiência e compromisso em avançar para terapias transformadoras apoiadas em evidência clínica robusta. 

*O sistema de reparação Edwards PASCAL é indicado para a reconstrução percutânea de uma válvula mitral e/ou tricúspide insuficiente através da aproximação do tecido.

** MR ≤2+ e 82% com MR ≤1+ (numa escala de 0 a 4).