Conhecimento é empoderamento

Empoderamento é um conceito do qual se fala muito. Mas, será que o entendemos de verdade?

339

A palavra de Fátima Lopes

O que significa empoderamento?
É importante esclarecer que empoderar nada tem a ver com assumir uma atitude superior, altiva ou pouco humilde. Nem sequer está relacionado com pretender ser mais do que os outros.
Fala-se muito em empoderamento feminino, mas este não significa que as mulheres querem ser mais do que os homens. Significa, sim, que as mulheres reconhecem a necessidade de refletir para encontrar o seu real valor e irem em busca do merecido reconhecimento e respetiva valorização.
Descobrir as nossas múltiplas capacidades, saber aquilo que nos distingue e nos faz brilhar e saber usar esse potencial de forma construtiva fazem parte do processo de empoderamento.
A capacidade de nos escolhermos e com isso termos consciência do nosso verdadeiro valor, o qual se reflete positivamente na nossa autoestima, chama-se empoderamento.

Conhecimento é empoderamento
Quando reconhecemos todas as aprendizagens resultantes das várias situações que a vida nos colocou até àquele momento, empoderamo-nos. Isto porque ganhamos consciência de que há saber acumulado, fruto das lições da vida.
Independentemente do nosso nível de escolaridade da intensidade e variedade das experiências que tenhamos passado na vida, empoderar pressupõe valorizar o conhecimento e o caminho. Mais! Pressupõe que tudo no caminho foi valido e necessário. Sem alguma das etapas ou acontecimentos, não seriamos hoje pessoas tão capazes.

Como empoderar-se?
O empoderamento é também um caminho permanente em que procuramos identificar as nossas características, as nossas mais valias e as enaltecemos. Ou seja, o empoderamento pressupõe uma autoanálise para identificarmos todas as nossas ferramentas e as nossas competências e dar-lhes o devido valor.

Primeiro temos de o fazer para nós e só depois para os outros
Isto não significa não aceitar ou não reconhecer as dificuldades que temos. Pelo contrário. A sua aceitação vai permitir ir à procura de respostas e de crescimento, o que nos torna mais capazes e mais competentes. Até ao fim, o caminho faz-se caminhando.
Empoderar significa ainda não permitir que o que ainda nos falta fazer e o que ainda nos falta aprender e/ou colocar em prática, bloqueie a capacidade de reconhecer tudo o que já somos e fizemos.

Somos todos únicos e valiosos
O empoderamento pressupõe esta consciência. A consciência de que eu sou tão valiosa, tão competente, tão única como quem me está a ler agora. E todos temos este poder dentro de nós. A questão é: o que fazemos com esse poder? Ou valorizamos, potenciamos e usamos o nosso poder pessoal como um trampolim para evoluirmos. Ou continuamos a olhar para todo o caminho que percorremos até agora e escolhemos colocar o foco no caminho que ainda nos falta percorrer. E isso retira todo o valor a tudo o que conquistámos até agora, esvaziando-nos do nosso poder pessoal.

Como empoderar uma pessoa?
Conseguir empoderar uma pessoa é conseguir que essa pessoa reconheça o valor e o poder que tem. É conseguir que essa pessoa reconheça que é única. O empoderamento pressupõe agarrar a vida com as duas mãos e decidir ser o arquiteto da sua própria vida.
Sempre que decidimos ser os únicos arquitetos da nossa própria vida, empoderamo-nos. Por isso atreva-se a empoderar-se.