ENTRAJUDA incentiva a cultura do voluntariado e a cidadania ativa através de várias ações

A Bolsa do Voluntariado lança hoje um novo site, com uma imagem renovada e com novas funcionalidades, como por exemplo, a procura por freguesia, por tipo de intervenção, as oportunidades para voluntariado-empresa e iniciativas para voluntariado universitário.

443

Lançada em 2006, no âmbito da ENTRAJUDA, a Bolsa de Voluntariado pretende ser um ponto de encontro entre a procura e oferta de trabalho voluntário, estabelecendo uma ponte entre os voluntários e as entidades que deles necessitam, de diversos setores da solidariedade, à cultura, passando pelo desporto e pela proteção dos animais. Quinze anos depois esta plataforma online já permitiu desenvolver um “mercado” virtual de voluntariado em Portugal, que reúne hoje mais de 58 mil voluntários e 2.200 organizações sem fins lucrativos, e através da qual se concretizaram 4350 ações de voluntariado em todo o país.

Este novo site tem também a ambição de vir a ser exportado para outros países de língua portuguesa, nos quais há muitos voluntários que querem ajudar, mas não sabem como, desperdiçando-se assim o melhor ‘capital’ humano que é o das ‘boas vontades’”, afirma a Presidente da ENTRAJUDA, Isabel Jonet.

A responsável realça ainda que “A ENTRAJUDA considera a Bolsa do Voluntariado como uma área estratégica, que gera muito valor social, e por isso entendemos ser oportuno e justo dar à nova plataforma o destaque que merece, com um lançamento que ajude a trazer a cidadania para a agenda, dando visibilidade a tantas iniciativas e pessoas que intervêm apenas porque querem deixar o mundo melhor”. E é precisamente para incentivar a cultura do voluntariado enquanto expressão de cidadania ativa que hoje têm lugar diversas iniciativas com o intuito de captar o interesse dos mais jovens para o tema, promover a partilha de boas ideias e práticas, bem como grupos de debate que possam estar na origem de mais projetos com reflexos positivos para toda a sociedade.

Webinar Voluntariado e Cidadania, 6 de Dezembro, 15h00

Uma conversa online entre António Barreto e Catarina Marques – uma voluntária de 28 anos – que cruza o olhar de duas diferentes gerações sobre o tema da cidadania ativa e da intervenção cívica. Um diálogo promissor, que terá lugar hoje, às 15h, e ao qual pode assistir e participar AQUI.

“Voluntariado e Cidadania: como se ligam estes dois conceitos?”

Esta foi a questão que a ENTRAJUDA colocou a pessoas com diferentes perfis, idades e interesses, de personalidades públicas – como o Presidente da República, Professor Marcelo Rebelo de Sousa, e o selecionador nacional, Fernando Santos – a pessoas anónimas.
As diferentes respostas serão emitidas hoje, ao longo de todo o dia, na Rádio Comercial, M80 e Smooth FM (após os blocos informativos). Também hoje a ENTRAJUDA anuncia a criação de um Cartão Nacional do Voluntário. Produzido pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda, este cartão viverá num portal próprio que disponibilizará uma app a todas as entidades que promovam o voluntariado.

O objetivo é criar uma espécie de “BI/passaporte” do Voluntário que permita:

– às entidades, carregar os benefícios que oferece, contar as horas de voluntariado prestado e credenciar os seus voluntários;
– aos voluntários, tirar, por exemplo, declarações de participação nestas iniciativas, hoje também, e felizmente, valorizadas nos percursos académicos por muitas empresas.

Ser Voluntário é saber que a Vida só faz sentido para os outros e com os outros. Este novo cartão do Voluntário valoriza o Voluntariado e, assim, valoriza a nossa vida individual e coletiva. Parabéns à ENTRAJUDA e à Imprensa Nacional por esta parceria!”, afirmou Ana Mendes Godinho. Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, a propósito deste projeto.

À semelhança do que aconteceu com a criação da Bolsa do Voluntariado – que foi a primeira aplicação na área social/solidariedade a estar disponível na loja online do Windows – este cartão volta a colocar a tecnologia ao serviço do Terceiro Setor em Portugal.