História de um dos maiores assaltos de sempre a um banco chegou à Netflix

O assalto aconteceu em 2005. A história foi posteriormente adaptada para o cinema e para um livro, e agora é também contada em documentário. Não perca.

442

O Documentário intitula-se de “3 Tonelada$: Assalto ao Banco Central” e estreou ontem, 17 de março. Conta com três episódios, que retratam a história real de um dos maiores assaltos de sempre a um banco.

O assalto aconteceu num fim de semana no ano de 2005 em Fortaleza, cidade brasileira do estado de Ceará. Um grupo organizado de criminosos, experientes e com conhecimentos técnicos em múltiplas áreas, conseguiram roubar o banco central da cidade, levando consigo cerca de 165 milhões de reais (o equivalente a 29 milhões de euros).

Este plano cauteloso durou meses. O grupo de criminosos alugou um edifício perto do banco, montou uma empresa de fachada que alegadamente vendia relva sintética, e começou a executar o assalto. Os homens escavaram um túnel subterrâneo de 80 metros entre o edifício e o banco.

Estava revestido com lona, tinha vigas para não colapsar, contava com iluminação elétrica e um sistema de ar condicionado. O túnel atravessava uma das avenidas mais movimentadas de Fortaleza. Os assaltantes tinham conhecimentos avançados de engenharia, eletricidade e geologia. Terão sido retiradas perto de 30 toneladas de terra — algo que não levantou suspeitas, tendo em conta que, supostamente, se tratava de uma empresa de relvados.

A partir do túnel, conseguiram aceder ao banco e ao cofre onde o dinheiro estava guardado. Com a ajuda de algumas máquinas, conseguiram furar o cofre para retirar as notas. Nenhum alarme foi disparado nem havia imagens das câmaras de vigilância. Aliás, o banco só reparou que o dinheiro tinha desaparecido na segunda-feira seguinte, cerca de 44 horas após os ladrões terem fugido.

Os criminosos dividiram o dinheiro, separaram-se e fugiram para diferentes zonas do país. Aquilo que parecia um golpe de génio só foi travado porque deixaram algumas pistas para trás, no próprio túnel e edifício onde trabalharam durante vários meses. Foi a partir desses indícios que uma equipa da polícia federal investigou durante cinco anos.

“A série documental reconta a história do crime, da investigação e das consequências trágicas de um crime que aparentemente tinha sido perfeito e que valia milhões, mas que, passado algum tempo, revelou-se uma maldição, deixando um rasto de extorsão, raptos e assassinatos”, descreve a Netflix sobre a série documental.

Como se não bastasse para o deixar curioso, deixamos aqui o trailer: https://youtu.be/x0bLgnTINpY